Arquivo anual 2009

Curiosidades sobre a República de Cuba.

-Como tudo e todas as empresas, mesmo as pequenas, pertencem ao Estado, o Salário mínimo, como estamos acostumados a comparar, é de 230,00 Pesos Cubanos, que aproximadamente dá U$ 10.00. O Estado deveria fornecer tudo para a sobrevivência, porem não tem mais condições e ai cada um, cada família, com criatividade, no mercado negro, consegue comida e tudo o mais que necessitam para viver.

-Matar, por exemplo, uma vaca, boi, cavalo, que pertencem ao Estado, é um crime passível de prisão superior a oito anos. O que os campesinos fazem, é não registrar os terneiros e o matam quando estiver pronto e ai vendem a carne clandestinamente.

-Pescar lagosta ou outros peixes, existe uma cota. Depois tem impostos. O mercado negro de comida e a sobrevivência diária é parecida ao que se vê em filmes, quando um grupo de perde em uma ilha deserta.

-Jantei com um grupo de cubano, locais, que nunca saíram do país. Um era médico, especialista em medicina interna. Perguntei se poderia trabalhar em qualquer parte do mundo, considerando sua preparação. “Eu sei, mas os que estão se formando agora, não mais, pois nossa literatura e as técnicas modernas, não nos são mais disponíveis.” Portanto, o conhecimento está parcialmente congelado.

-Perguntei ao grupo de cinco, neste encontro, se alguém tinha um carro. “Não , é muito difícil senão quase impossível poupar.” Isto me leva ao pedir carona. Vi varias pessoas, na cidade, nas sinaleiras e entroncamentos, solicitando carona. Isto é normal aqui e também seguro. Por quê? Porque não há transporte publico suficiente. Nas rodovias, em baixo das pontes existe um funcionário estatal com macacão amarelo, responsável para organizar as caronas de longo alcance. Os carros de chapas azuis, do Estado, são obrigados a parar para acomodar a carona, ou podem ser reportados.

-Mais curiosidades. Viaje para Cuba. Você nunca vai encontrar um congestionamento, nem na hora do rush, porque simplesmente não tem carros para isto. Se isto é positivo ou não. Você julga. Tudo é uma questão de atitude.

 

Fotos-https://1drv.ms/f/s!AuwEJ-_opc9ziSEUO345akZJ0xuB

Share

Havana-Cuba

-A primeira impressão, embora tenha chegado à noite, é de muita limpeza nas ruas e asfalto sem buracos. Os carros na maioria antigos. Um Chevrolet 53 em estado de novo cruza a frente do táxi que me leva ao hotel. Ladas, jeeps pintados pela centésima vez, pois parecem novos estão por todo lado. Também carros novos, franceses.

-Aproximei-me à uma concentração de jovens, que estavam cantando e dançando em uma praça próxima ao hotel e comecei a entrevista com um jovem. Diga-me, todos vocês estão pensando em sair do país ou estão felizes aqui? De pronto: todos pensam e tem intenções de sair, mas é difícil. Através de casamento com estrangeiros, ou vistos raros para o exterior e então não retornam mais.

-Estudei com um jovem no sul da Flórida que havia conseguido visto para Espanha, porque tinha parentes lá, e depois viajou para os Estados Unidos e, portanto fugiu do seu país para tentar uma vida em liberdade. O entrevistado confirmou este tipo de façanha.

-Durante esta conversa, logo começaram os negócios. Ofereceu charutos cubanos ou qualquer outra mercadoria. Logo pediu para pagar uma cerveja. A impressão é que todos estão sedentos de contato com o exterior e quando se inicia uma conversa não querem se afastar.

-Situada apenas a 90 milhas do sul da Flórida, A ilha de Cuba é hoje junto com a Coréia do Norte um dos últimos redutos comunistas. Por estar durando tanto, mais de 50 anos, deve ter seu lado positivo, o que ainda não vi, talvez ficando mais alguns dias perceba isto.

-De qualquer sorte, percebi alegria nas pessoas. Ou é sua atitude normal, ou a musica ou o rum. Tudo é uma questão de atitude.

Marcos Hans

Fotos –https://1drv.ms/f/s!AuwEJ-_opc9ziSEUO345akZJ0xuB

Share

Cuba.

-Quando se fala de Cuba, imediatamente se diz que a medicina e o ensino são exemplares. Na verdade, em entrevistas com locais, era o objetivo da revolução e é que restou. O erro foi e está sendo é que o Estado se tornou grande demais e não consegue atender mais as demandas.

-Os hotéis são partes do Estado, empresas de táxi, de turismo, restaurantes, quase tudo tem a mão do Estado. Placas azuis nos carros denotam serem do Estado. Vermelho, particulares. Verde, militares. Pretas, consulares. A grande maioria são azuis.

-Tive uma experiência ao vivo na área medica. Filtro solar penetrou em meu olho e tive que ir ao médico do hotel. Prontamente atendido, porem a dor continuava. Fui encaminhado a uma clínica. Fui atendido prontamente porque não havia fila. Paguei obviamente à consulta, que será reembolsada pelo seguro já devidamente autorizado, e a doutora, a enfermeira, as atendentes foram profissionais, atenciosos. Mesmo sendo uma experiência rápida, confirmo que este setor funciona aqui.

-Em uma das minhas entrevistas com a guia turística: Eu gasto mais com eletricidade do que o meu salário. Consigo sobreviver com as gorjetas. É possível comprar um carro? Sim, o governo precisa autorizar, mas com os níveis de salário, quase ninguém consegue poupar para comprar um. Os carros antigos, todos de antes da revolução, valem em torno de 10.000 Cucs, dólares convertidos, aproximadamente U$ 8.000.

-Alias, os prédios, o Capitóio, idêntico ao dos USA (dizem que foi copiado daqui), Cadetrais, Igrejas, Prédios Públicos, todos são de antes da revolução. O que foi feito depois? Manutenção, pouca manutenção.

-Qual é o futuro?Tem-se a esperança aqui que o governo vai aprovar uma lei para liberar viagens com mais facilidade e o retorno dos cubanos que fugiram para assim, aos poucos ir abrindo o mercado. Enquanto isto, aqui parece ser uma grande prisão, com mar e praias lindas por todo lado. O maior negócio atualmente é o turismo.

-Tudo aqui também é uma questão de atitude. Ou você se adapta, ou provoca outra revolução.

 

Marcos Hans

Fotos-https://1drv.ms/f/s!AuwEJ-_opc9ziSEUO345akZJ0xuB

Share

Cuba-Cayo Largo e Velha Havana

Cuba-Cayo Largo e Velha Havana.

 

Um complexo de ilhas, a 30 minutos de Havana, com areias tão brancas que refletem o sol para ofuscar sua vista.Parece sal fino. Águas tão transparente como algumas do nosso nordeste. Os aviões que fazem esta rota, também estatal obviamente, são de fabricam russa, com hélice. Entra-se pelo avião pela parte de trás. Uma aventura, uma sensação de safári. O barulho do motor no ouvido o tempo todo, pois a aeronave é pequena.

Tudo preparado para turistas. Os locais, dificilmente tem acesso a estes programas por causa do valor, do tempo, pois precisam estar ocupados por sua sobrevivência.

Na antiga Havana, todos os prédios datam de antes da revolução, são todos muitos antigos, falta pintura, falta restauração. Parecem com os carros antigos de 1953. Um programa com verbas da Unesco esta em andamento e muitos prédios já foram restaurados e muitos em andamento, pois foram declarados patrimônio da humanidade.

Velha Havana, um lugar nostálgico, parece que se está em outra época. Para rodar um filme aqui retratando os anos 40, 50 e 60 ano é necessário mudar nada, é só não filmar algumas Mercedes das embaixadas que eventualmente circulam pelas ruas.

O serviço de transporte público funciona. Fui à praia Santa Maria, uma praia de locais. No retorno, havia uma fila grande de passageiros aguardando. Quando o ônibus estava lotado, digo, todos os assentos ocupados, o motorista anuncia que os demais deviam esperar o próximo. Ninguém viaja de pé, segurando-se em qualquer lugar, encostando um no outro. Pois assim funciona aqui, transporte civilizado em pais com regime socialista. Nada parecido com São Paulo, Porto Alegre, onde as pessoas se espremem para viajar, no ônibus, no trem. Só no avião que tem lugar para cada um.

Cuba. Uma experiência para comparar. Um dos últimos lugares, além da Coréia do Norte onde o socialismo esta muito presente. ( não se fala da Venezuela neste caso).

Tudo é uma questão de atitude.какую видеоняню выбратьclick now

Share

Atenas

Atenas lembra de imediato o Partenon. Templo famoso na atualidade. Já foi igreja, mesquita, depósito de munição, por isto foi explodido pelos inimigos e hoje um templo turístico. Situado em uma montanha, aliás, na antiguidade, tudo era construído em cima de montanhas, para defesa, ver o inimigo de aproximando ou para estar mais perto do deus da época.

Atualmente sendo restaurando. O novo museo de Acrópoles, construído no pé desta montanha, mostra através de pedras, digo, estátuas a vida da época. Na entrada do museu, com piso de vidro, se observa ao vivo as escavações feitas, mostrando casas, ruas, tubulações. Primeira impressão que tive que é igual às cidades de hoje, somente o material é diferente.

Olhando a cidade de cima se percebe que uma loja de tintas não é um bom negócio. Toda cidade é tom pastel, obviamente por causa da disponibilidade de mármore e pedras desta cor. Assim como o Cairo, Macho Pichu, e muitas outras cidades hoje arqueológicas, vivem do seu passado. Eles, os faraós, imperadores, sultões, reis, sem saber, com seu poder e com ajuda forçada dos escravos, deixaram dividendos a serem colhidos milhares de anos após.

Uma empresa hoje com 200 anos de idade é uma raridade. Eles conseguiram manter vivo um faturamento até hoje. Deixaram um rastro e tanto.

Atenas é localizado na Grécia, hoje com 11 milhões de habitantes.

Finalizando e voltado para o aqui e agora. Que rastro você e eu queremos deixar? Por quê esta pergunta? Porque tudo é uma questãobest escort in ukenglish translation russian words

Share

Cappadocia.

Região de origem vulcânica cuja erosão criou um espetáculo natural, onde obeliscos se erguem e terminam em formato de cogumelo. Estas rochas e montanhas, fáceis de trabalhar, deram abrigo aos cristãos refugiados nas cavernas abertas pelo homem. Hoje existem ainda igrejas e afrescos do século segundo em diante.

Observando com os cristãos primitivos passaram por dificuldades para expressar sua fé e também sua persistência, e fácil concluir que o ser humano por natureza e persistente e criativo. Ver por exemplo que nos afrescos pintados nas cavernas transformadas em igreja, os desenhos serviam para educar e proliferar o cristianismo, pois o povo era iletrado. Atualmente muito destas imagens ainda são usadas nas igrejas modernas.

Observando a arquitetura da época, nas cidades subterrâneas, usadas para se defender do inimigo percebe-se com facilidade aquela imagem do túmulo aberto de Jesus, onde uma pedra enorme foi rolada que servia de porta. Portas deste tipo vi inúmeras nas cidades abaixo do solo e nas cavernas. Era o que tinha na época. Estas portas redondas eram feitas de material vulcânico mais duro, pois serviam como um escudo.

Visitar Cappadocia, no centro da Turquia e voltar na história e origem do cristianismo e continuar sabendo que tudo continua sendo uma questão de atitudehttp://ya-zasnyal.ru/http://www.english-russian-translations.com/services.html

Share

Istambul.

Principal cidade da Turquia é uma das mais populosas do mundo. Atualmente com mais de 17 milhões de habitantes, sendo a mais populosa da Europa e a quinta no mundo. Na antiguidade, como Constantinopla, era a capital do mundo, quando só se conhecia três continentes. Em 2010 será a capital da Cultura na Europa. Turquia, terra dos Sultões, do Império Otomano, Bizantino, Romano e da moderna república desde 1923. A população da Turquia e 75.000.000.

Desde a república, um país secular. Quase sua totalidade de religião muçulmana. Mais de 2000 mesquitas só em Istambul. Mesquitas conquistadas viraram basílicas e depois novamente mesquitas. Uma, Ana Sofia, hoje e um museu para terminar com a disputa de ser mesquita ou igreja. Atualmente o Estado paga os que dirigem e cuidam das mesquitas, os Imans, comparando aos padres e pastores. Portanto, existe um influencia do Estado.

Minaretes, ou as torres das mesquitas, são uma constante e cinco vezes por dia anunciam a hora de orar. Tudo aqui e antigo e histórico e precioso como o tempo. O turismo e altamente desenvolvido e preparado. Em Istambul tem 17394 táxis. Em 4400 A.C. foi feito o primeiro vinho em Anatólia. Os cristãos se refugiaram aqui das perseguições dos romanos. Pitágoras nasceu na ilha Samos na Grécia,perto daqui.

Estudar história in loco, é mais caro, mas a experiência de fazer isto ao vivo, não tem preço. Afinal, tudo e uma questão de atitude.анализа сайтаtranslate spanish to inglish

Share

O mundo está ai para ser Redescoberto.

Descobri cedo que a melhor maneira, para mim, de aprender é viajar. Algumas das experiências podem ser de utilidades por outros peregrinos.

• Evite seguir o fluxo da maioria dos turistas. Evite museus. Talvez até seja absurdo, mas quando se viaja se quer conhecer a vida daquele lugar e não do seu passado. Se for visitar museus, saiba o que você quer olhar e caia fora. Se não você vai ter a sensação de ter visto um monte de coisas sem saber do que se trata.

• Faça contato com os locais. É ali que a cidade acontece e não nos museus. Nos bares, sente e veja as pessoas chegando e saindo e se alguém iniciar uma conversa, entre nela, por mais diferente que seja. Compre um jornal para os shows e passeiso.

• Compre, compre muitas coisas que você não precisa carregar. Boa comida, espetáculos, shows, passeios. Com a internet você pode mandar vir qualquer coisa, sem pagar excesso de bagagem e sem ter que carregar as coisas para lá e para cá.

• Se possível viaje sozinho ou se estiver casado com sua companheira, as vezes. Viajar assim, necessita de mais esforço, porque não tem ninguém olhando por você. Mas é a única maneira de deixar o seu país para trás, por um tempo. Viajar em grupo é ir disfarçado para falar sua própria língua e ouvir mais notícias do seu país do que do país que você vai visitar. Os filhos? Ensine isto a eles.

• Não faça comparações de nada. De preço, limpeza, qualidade de vida ou transporte. Você não estava viajando para provar que você vive em condições melhores que outros. Você esta alí para descobrir como os outros vivem e o que você pode aprender com isto.

• Não tente ver o mundo em uma semana. É preferível ver uma cidade em quatro ou cinco dias do que cinco cidades é uma semana. As cidades são como mulheres sensuais, só se revelam aos poucos e com tempo.

• Aprenda a viajar de mochila. Já voltei de viagens e guardei roupas que não usei.. Viaje leve, já chega seu peso.Nao volte mais gordo, só porque esta viajando. Ou vai ter que voltar correndo para academia. Aí perde a graça.

Finalmente. Viajar é uma aventura. A vida é uma aventura. Por quê? Porque tudo é uma questão de atitude.ya-zasnyaltranslation into french

Share

O muro ainda existe.

Dia nove de novembro de 2009 será comemorado o vigésimo aniversario da queda ou abertura do muro de Berlin. Grande festa esta sendo preparada. Parte do muro que ainda existe está sendo pintado por artistas renomados. Um museu foi construído para explicar e preservar os fatos envolvendo os vinte e poucos anos de sua existência.

Mais de cem pessoas morreram ao tentar fugir. Hoje, Berlin reunificada é a maior cidade da Alemanha, considerada a capital da Europa. Um símbolo da guerra é a Kaiser-Wilhem-Gedachtniskirche, igreja que foi bombardeado e 86 dos 134 metros da torre ainda existem.

Ao se ouvir as historias do muro, sua construção, a surpresa que os habitantes dos dois lados tiveram no domingo quando ao acordarem não conseguiam mais cruzar a fronteira. Pego de surpresas, sem condições de reagir.

Mas porque o muro ainda existe. Isto se refere a outro muro, ao muro que construímos ao nosso redor, muitas vezes ate físico, para proteção da casa, do patrimônio. O muro mais difícil de derrubar e o muro mental, e a zona cômoda na qual vivemos e nos escondemos atrás dele.

Vinte anos após o colapso do muro de Berlin, pessoas ainda constroem muros e atiram nos outros quando tentam atravessar. O muro da faixa de Gaza é uma vergonha. Pelo menos não precisam começar do zero, podem usar a tecnologia do muro de Berlin.

Finalizando, derrube os muros em sua volta, expanda sua zona cômoda, para uma zona cômoda bem maior e continue se protegendo, mesmo que seja com muros.

Por quê? Porque tudo é uma questão de atitude.проверить индексациюhttp://www.english-russian-translations.com/document-translation.html

Share

Virgem Maria.

Após a morte de Jesus, se acredita que João foi incumbido de cuidar de Maria. Por perseguições e perigos, foram para Ephesus( Efésios), onde a virgem Maria teria vivido seus últimos dias.

A antiga cidade de Ephesus, na costa do Mar Egeu, na Turquia, hoje considerada uma das mais bonitas cidades antigas, onde a vida dos romanos estas na arquitetura, suas casas, biblioteca, casas de banho, nos bordéis. Pois bem, em um ponto alto desta cidade, foi recentemente descoberta uma casa onde se acredita que a virgem Maria teria passado seus últimos dias e o mais curioso e como foi descoberta.

Uma enfermeira, alemã que nunca saiu da Alemanha, teve visões em seus sonhos da localização da casa da Virgem Maria, com direções especificas, tipo perto de uma nascente, em uma montanha, com vista para a cidade de Ephesus. Foi publicado um livro a respeito. Um casal leu o livro e resolveu conferir e após duas tentativas foi achada a fundação de uma casa, perto de uma nascente, que ainda tem água hoje, com a tal vista.

O resto e peregrinação religioso-turistica. Vários papas já estiveram lá. Os últimos dois, o Papa João Paulo II e em 2006 o Papa Benedito VI, o Ratzinger, que declarou este local como um centro de peregrinação cristã. O turismo local agradece. Ah, a água da nascente jorra em três torneiras. Ao tomar, se faz um pedido para saúde, dinheiro e amor. Tomei dois goles de cada para garantir.

Tudo e uma questão de atitude.escorts in UAE uknoText

Share