Amazônia – A Pátria da água. Jan 2021

Amazônia – A Pátria da água. Jan 2021

                                          Amazônia – A Pátria da água.

                              Amazonas  -Manaus – Iberostar Grand Amazon Cruise dec 20 Jan 21.  

fotos–https://drive.google.com/drive/folders/10irlTqz-F43B8RZrNnQhwJfxn40zAuAY

Vídeos –https://www.youtube.com/watch?v=yMMdkSIsaIw

https://www.youtube.com/watch?v=3rY40vuVwms&t=69s

                               -O Rio Amazonas é o maior rio do Planeta em  volume de água e também o maior em extensão. São 6992 km ou mais, ainda em medições. Sua origem são  das chuvas e degelo nos Andes. O segundo da lista é o rio Nilo no Egito. Percorre o norte da América do Sul e deságua no oceano atlântico. Mais de 1000 afluentes. O maior afluente é o Rio Negro, 2200 km. O roteiro do Barco Grand Amazon é de sete dias sendo quatro no Rio Negro e três no Rio Solimões. caminhadas na floresta, passeio de barco, visitas a aldeias, pesca.

                               -A região amazônica representa 60% do território nacional ( 5 milhões de km2j e 44% da América Latina. E, 20% do planeta. Aqui estão 44% da água doce do planeta. O delta do rio Amazonas, tem uma largura de 200 km e despeja 200 mil litros de água por segundo.

                                    -Em Presidente Figueiredo. nome   do município. A cem quilômetros de Manaus. A cidade das cachoeiras, as de Iracema e Santuário são lindas, vazão enorme de águas, no meio da floresta, simplesmente fantástico. Obra prima da natureza.

                                 -E em Manaus, está a loja Maçônica mais antiga do Estado , da Grande Loja,  ABLS Esperança e Porvir número 1 de 1872. Localizada na primeira rua de Manaus, no marco zero.

                                -A época de cheias dura seis meses e o nível das águas sobre entre 10 e 15 metros mudando a geografia local e os peixes mudam seus hábitos, pois invadem a floresta. As árvores que ficam submersas desenvolveram raizes respiratórias que permitem sua sobrevivência. Vários animais , que eram de água salgada, pois a região era banhada pelo mar, do lado do Pacífico, e com o surgimento dos Andes, na movimentação das placas tectônicas ,    ficaram  presos aqui e se adaptaram a água doce, como o peixe boi, o boto  rosa. O boto cinzento veio através do oceano atlântico. Um labirinto natural de ilhas faz a região única por conta da imensidão do Rio. Trechos do rio Negro tem 400 ilhas, outros 700. Um ecossistema único.

                              

-O encontro das águas, dos rios Negro e Solimões e um fenômeno único por conta da diferença  de temperaturas das águas e  ph.  Não  se misturam por muitos quilômetros . Os peixes também não se misturam nos dois rios , pois fora de se habitat perdem sua energia. O rio Negro com pH de 4 e temperatura de 22C e velocidade de 1 km/h, o rio Solimões com PH de 7 e temperatura de 33 e velocidade de 7 km/h.

                                – Já catalogados 3 milhões de insetos, 3 mil espécies de peixes e mais 1500 em estudo. 

                         -A torre de Babel é aqui. Ainda existem atualmente cerca de 18 idiomas vivos e mais de 200 idiomas registrados. E existem  grupos indígenas que ainda não foram contatados , somente vistos em voos de helicópteros.

                    -Os saques existiram e continuam. Madeiras sendo derrubadas e exportadas ilegalmente. Laboratórios que vieram  aqui disfarçados para piratear plantas medicinais e alucinógenas. A maior biopirataria ocorreu quando sementes  da seringueira saíram do país para Inglaterra e Ceylon, Sri Lanka hoje,  depois para a Malásia, Índia, Tailândia  deixando Manaus , a Fordlandia no Pará a deriva. A castanha do Pará, ou  Castanha do Brasil é originária daqui, assim como o cacau, que está na Bahia agora. Na atualidade os laboratórios estão autorizados pelo Governo. Em passado recente era terra de ninguém. 

                     -Manaus, a Paris dos trópicos. Em 1890, o dinheiro da extração da borracha, construiu o Teatro Amazonas( estilo neo clássico ),  o Palácio da Justiça, o Mercado Público, projetado pelo eng, Gustav Eiffel. O eldorado da época, o ouro branco, a borracha, trouxe a eletricidade , o telefone, os bondes, na frente de outras cidades. Muito avançado para a época. Os Filhos dos barões iam a Paris estudar. A arquitetura destes prédios transporta o visitante para a Europa. E tem ainda o Palácio Rio Branco construído pelo Barão da Borracha o alemão Karl Waldemar Scholz.

                     -O hotel de floresta, Ariau, famoso no mundo e referência, na década de 80, restaram somente as ruínas. A sugestão de ampliação   foi de Jacques  Cuestou, quando esteve aqui em pesquisas, o  que incentivou o empresário a construir na floresta a 80 km de Manaus, as margens do rio Ariau. Por erros de administração, após quase 30 anos faliu.

                        -A lenda das Amazonas, as mulheres à cavalo. Era um figura retórica do rei  da  Espanha. Os prisioneiros eram incentivados a vir, em barco a vela, a nova terra e como prêmio possuir as mulheres Amazonas. E vieram. O resto é história. 

                      –Mais de 1800 especies já catalogadas de aves. Cigana,( vaca voadora- rumina) Araras ( chegam até 150 anos de idade), Hoatzin, Papagaios ( mais de 30 variedades), Tucano ( mais de 40 variedades), Japiim( faz o ninho em bolsas penduradas nos galhos ) e imita mais de cem sons de outros pássaros e animais. Jaçanã, Gaviões, Águia Harpia , ave de rapina mais poderosa do mundo, beija flor , e muito  mais.     

                             –Sobre Frutas: Cupuaçu, ( sucos, doces, chocolate, família do cacau, fermentado alcoólico,)Ingá , Camu Camu ( um igual a 20 limões), Açaí e o famoso, afrodisíaco, Guaraná, ( fonte da juventude ) Maués, terra do Guaraná. A dieta amazônica , frutas, peixes, verduras, exercícios, guaraná e dormir cedo.  Receita de saúde e longevidade. A flor da Vitória Régia é comestível e nela mais uma homenagem à Rainha,Victoria do Reino Unido,

                                     – Os povos e culturas da Amazônia. Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Amazonas. A raiz, do povo amazonense. Os índios, em 1500 eram 5 milhões . atualmente (2010j são 500 mil. Maloca era a casa típica dos índios. São 70 grupos catalogadas de indígenas isolados. Artesanato é fonte de renda alternativa. São cinco grupos linguísticos. O Caboclo é a  Amazônia. caboclo significa, aquele que saiu da mata. Principal meio de transporte é o Barco. A enchente sempre presente, é necessário a adaptação. 

                                      – E em 1967, o segundo ciclo econômico no Estado de Amazonas. A zona franca de Manaus. Isenção fiscal era o incentivo. A Honda tem aqui a maior planta fora do Japão.  Muitas empresas encerraram as atividades. Se diz aqui a Franca foi embora e ficou somente a Zona. O futuro precisa ser desenhado.

                                        –Necessário registrar : uma  tonelada borracha equivaliam a  20 kg de ouro na época Áurea do ciclo da borracha, 

                                       – Os guias nos passeios, palestrantes do Cruzeiro, todos multilíngue e conhecedores profundo da cultura e história. A maioria do material exibido é em inglês, alemão , francês pois também a maioria e por muito tempo a totalidades eram estrangeiros que vinham e vão continuar vindo para conhecer este lugar enorme e único no planeta.

                                -A ponte suspensa sobre o Rio Negro, a segunda maior ponte suspensa das Américas, impressiona é liga Manaus a Cacau Pirera.

                     –Sempre foi mais caro vir para a Norte, Nordeste do Brazil do que viajar para o exterior. Agora com a gripe chinesa não houve alternativa, ou ficar  em casa ou viajar pelo  Brasil. Já queria vir  para cá faz tempo. O hotel Tropical, aquele  da  Varig, ficava na floresta em Ponta Negra, hoje está na cidade pois o local se urbanizou. O hotel da floresta  Ariau era o desejo, faliu. E um cruzeiro da companhia Espanhola Ibero Star, o Grand Amazon foi a alternativa e foi a melhor escolha pois a cada dia um lugar diferente nos Rios.

                     –Ver a Manaus de hoje, ainda brilhando e refletindo as épocas áureas da borracha, as belezas e riquezas únicas das águas, das florestas e habitantes atuais,  é o que de precioso tem aqui para visitar, conhecer, apreciar. É um outro Brasil. Afinal de contas , Tudo é uma Questão de Atitude. 

                       -O livro mais importante , o maior lido ,o mais editado, você aprende a ler aqui: O livro da Natureza .

Marcos HANS,  

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner,(Potentate 2018 Hikmat ) SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Sobre o Autor

Avatar

M.Hans administrator

Tudo é uma questão de atitude. Everything is a matter of attitude.