Perguntas do mestre.

Perguntas do mestre.

Duas pessoas de ordens monásticas estiveram na minha vida por um bom período.Minha Irmã, Carmem Maria Hans, que ao fazer os votos na Ordem Franciscana das Irmãs Bernardinas assumiu o nome de Irmã Lúcia Helena. Retornou a usar seu nome após uma mudança de regras na congregação. Estudou em Camaquã,Porto Alegre e depois trabalhou em Camaquã, Curitiba, Petrópolis no Rio de Janeiro.

Petrópolis no Rio de Janeiro foi seu ultimo trabalho. Ao retornar para casa, para ficar uma semana com a mãe, voltou somente de corpo. Vide artigo sobre Casa Lar Irmã Carmem. Ela era da paz, do dialogo, do silêncio, do desapego. Além da herança espiritual deixou duas malas,uma com livros e outra com roupas.(http://www.sejalider.com.br/?p=3315). A decisão dela de ser freira e seguir o caminho da espiritualidade me encoraja a passear por esta freqüência.

A outra pessoa que conheci em Caxias do Sul, durante uma palestra sobre Yoga, foi Dada Dharma Devananda, cujo nome,de família era Florêncio. Nascido no Nepal, juntou- se a missão da Ananda Marga. Ele foi treinado pelo fundador da ordem, Sri Baba Krisnamurti. Ele me ensinou os ássanas da Yoga, a meditar , a comer mais comida vegetariana. Viajou pelo Brasil, USA e Alemanha para difundir a filosofia da Ananda Marga. Fiquei sabendo de sua transição um ano depois. Além da herança dos ensinamentos, deixou para mim a determinação de querer atingir a iluminação. Por duas vezes se despediu de mim, o que vim a perceber somente depois da notícia de sua transição.

Ao vir ao Nepal, Kathmandu vi muitos monges que usavam as mesmas roupa que ele usava. Batina cor laranja. Percebi o feito dele, pois sair daqui sem saber língua diferente do Nepalês e falar de uma Filosofia estranha, de reencarnação, de transmigração das almas, de comida vegetariana, meditação, yoga, foi ter muita coragem e vocação .

E ao ser indagado pelo mestre porque eu estava na senda a procura de iluminação , foram-me feito três perguntas: O que trazes contigo? Além de mim, uma escova de dentes,pouca roupa e ansiedade de entender minha existência . Porque esta ansiedade? Pela necessidade de entender e responder de onde vim, porque estou aqui e para onde vou. E finalmente, porque viestes procurar aqui? Porque não achei dentro de mim nem ao redor de mim.

E assim, o mestre me disse: Vá pela vida sem carregar peso excessivo, desfrute tudo e todos os momentos da existência e não tenha ansiedade pelas respostas de onde e para onde, pois eu também ainda não sei. Simplesmente vá sempre firme, alegre, avante, para cima, sem exageros em nada, siga pelo caminho do meio e não estranhes se as respostas aparecerem em uma terça feira comum , a tarde, perto de você.

Quem sou eu para discordar. E assim estou vivendo.

Marcos Hans
Paro-Buthan -june/2012
sejalider.com.br

link fotos tour asia june 2012

http://sdrv.ms/OPVaCBpunterlink escortstranslate spanich to english

Share

Sobre o Autor

Avatar

M.Hans administrator

Tudo é uma questão de atitude. Everything is a matter of attitude.

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.