ÍNDIA – West Bengal- Uttar Pradesh- Sikkim-Janeiro 2018

ÍNDIA – Janeiro 2018
-West Bengal – Kalimpog, Darjeeling
-Sikkim- Gangtok
-Uttar Pradesh. Varanasi -Lucknow

De Kolkata a Jalpaiguri de trem são 12 horas , para apenas 570km, além de várias paradas, a velocidade é limitada. Os trens na Índia tem a fama de não serem pontuais, lentos e sempre cheios. É o que aconteceu. A estação de trem em Kolkata é um fervilhar de pessoas, vendedores, bancas. Da estação de trem direto para Kalimpong. ( 500 mil ha)Estradas estreitas e tráfego intenso e rápido e os motoristas todos treinados para passar de fininho um do outro. Da montanha Deoli se avista a cadeira de montanhas Kanchan Janga, com gelo permanente. West Bengal está fronteira com Bangladesh, Buthan e Nepal.
O Estado Sikkim, um Estado Budista, que quer sua independência, fronteiras com a China, Tibet, Nepal , Buthan . Arquitetura é Himalaya, as pessoas são diferentes do Índio normal, por suas origens nepalesas e butanesas. É um outro país dentro da Índia. Assim como o Brasil tem regiões culturais muito diversas. Aqui é mais acentuado pois até o idioma é regional. A cidade Gangtok, na fronteira com a China atrae os turistas da Índia pelos vales lindos e pela neve no inverno e os glaciais. Aqui está a montanha mais alta da Índia, 8586m , o Kangchenjunga. O monastério Budista Rumtek , onde está a Stupa de ouro com os restos mortais do fundador e as relíquias do 16th Karmapa. Foi um reinado até 1975.
Sikkim , Norte da Índia, nos baixos Himalaias, não parece a Índia. Sao faces orientais, não tem pedintes.
-Darjeeling, cidade do Estado West Bengal, a 2042 m de altitude, nos Himalaias, famosa pela produção de chá, pela estação de trem Darjeeling Himalayan Railway , uma preservação da UNESCO. Ainda tem algumas locomotivas a vapor em funcionamento,A cidade foi fundado pela East Índia Company. ( os Britânicos )É uma das três cidades mais visitas da Índia depois de Délhi e Mombay. Visitei uma fábrica de chá, ainda construída pelos ingleses. O chá é uma das bebidas mais consumidas no mundo. O nascer do Sol no Tiger Hill, Montanha do Tigre, em uma manhã gelada foi uma experiência a parte. Frio, muito frio. cheguei as 5horas ainda escuro para ver o nascer as 6h30. Sol vivido, majestoso, tocando antes de aparecer no Monte Everest que dali se avista de longe.
O trem turístico , com uma maria fumaça, faz a alegria dos turistas. O mundo é parecido em diversas regiões. Os trens antigos são atração turística em muitas partes do mundo. The Darjeeling Himalayan Ralway , a mais alta na Índia construída em 1881. E a Pagoda da Paz, the Peace Pagoda . Existem atualmente 80 espalhadas pelo mundo. Tudo começou com um devoto do budismo após as bombas atômicas do Japão. Construídas para promover a paz e lembrar o que as guerras fazem.
No Estado Uttar Pradesh, a cidade de Varanasi, à beira do sagrado Rio Ganghes. É a cidade espiritual da Índia, é a mais santa das sete cidades sagradas do Hinduismo e Janaismo e foi fundamental no desenvolvimento do Budismo na Índia. De acordo com a lendas foi fundado pela Deusa Shiva. Evidências arqueológicas remetem a 1800 A.C. Antes de Cristo. Portanto uma das cidades mais antigas desta era da ocupação do planeta. Ao longo do sagrado Rio estão as Ghats, escadarias que dão acesso ao rio, onde são feitos os rituais , a lavagem do corpo antes de cremar, para banhos ou para orar. . É crença que morrer aqui traz salvação, portanto uma peregrinação constante.
A jornada de trem de Jaipaiguri à Varanasi programado para levar 14h durou 21 horas. atrasou uma hora na saída e atrasou 7 horas na chegada por causa do mau tempo. Foram aproximadamente 600 km. O tempo perdido em viagens é enorme. Tudo anda devagar aqui. Também, porque a pressa. Todos estamos viajando para o mesmo lugar.
Ao chegar nas escadarias à beira do Sagrado Rio Ganga, Ganghes imediatamente se avista as piras de fogo onde os corpos são cremados. Somente homens podem permanecer no local. Cerca de 250 cremações diárias. As cinzas são recolhidas e lançadas no Rio. Fogo, pessoas, vacas no mesmo local vendo a vida retornar a natureza. A noite , nas escadarias vizinhas a das cremações, um ritual de rezas hindus com fogos, incensos, mantras, música mantém vivo a tradição e os turistas e locais se misturam celebrando a vida, a morte, a transitoriedade.
Visitei as escadarias três vezes de barco e a pé, tudo em um dia é meio. A morte está presente no dia a dia aqui. Corpos sendo transportados em macas em direção ao rio é constante. Enrolado em panos coloridos. Antes da cremação, o corpo é submergido com a maca na água sagrada do Gangues e então colocado sobre a pilha de maneira. É adicionado manteiga para auxiliar na combustão. Nos ruelas estreitas da cidade perto das escadarias, passam pedestres, bicicletas, motos e vacas. Enquanto aguardava a bebida Lassi, tipo de iogurte, senti sendo empurrado contra o balcão. Era uma vaca passando é simplesmente pediu licença. É surreal e normal. Lojinhas e negócios em meio metrô quadrado é também comum. A pessoa fica sentado com os,pés cruzados e as mercadorias em uma pequena mesa e pinduradas ao redor.
O trânsito de Varanasi é caótico mas funciona. Carros, tuc tucs, rickjaws, vacas, bicicletas , pedestres, motos e buzinas e guardas que orientam o que é possível. Uma orquestra, que as vezes para mas não totalmente. Ninguém parece estressado, é assim mesmo. O mais diferente foi um escada sendo transportada por duas bicicletas apoiada no ombro de cada um.
India, 1,3 milhões de habitantes, capital política Délhi, Capital financeira, Mumbai e capital espiritual , Varanasi.
-Sobre as vacas, é verdade, elas andas soltas em muitas regiões. Em Varanasi fazem parte do trânsito, Na contra mão, deitadas no acostamento, na frente do hotel, do restaurante, em todos os lugares e se procriando ali mesmo. É estranho, anti higiênico , cultural e permanece parte da cultura Indiana. Recentemente reforçada pelo governo , de não matar vacas. A vaca é a mãe da religião Hindu. Assim como a sujeira na rua , jogar da janela do carro , do ônibus, do trem é também dos usos e costumes
Necessário registrar um comercial de Tv com um dos famosos atores de Bollywood, ensinando que é necessário o banheiro ao invés de usar as ruas ou qualquer lugar para eliminar as necessidades do corpo. Demonstra que a população em geral precisa ainda aprender este hábito. Muito banheiros pague e use estão por todos os lados.
De Varanasi à Lucknow, capital de Uttar Pradesh, de trem, são 6horas para 262 km. Por ser a capital do Estado, nada muda. O trânsito é caótico como em todas as cidades. Tudo misturado, carros, pedestres, motos, triciclos, tuc tucs, vacas, bois, bezerros, burros, táxis , rickjaws. Aqui , nesta cidade está a maior população de muçulmanos Shia. Se percebe logo pelo número grande de minaretes e de mulheres com o rosto ou cabeça cobertos. A Asifi Mosque e o prédio maior da cidade o Imambara Bara , de arquitetura Mongil, construído em 1784. É um santuário e na época foi construído por ASaf-ud-daulah, para dar emprego para os habitantes pois a crise de fome.
Finalizo este texto registrando as impressões com as pessoas. Um sentimento de humildade, de querer agradar, de constante alegria e sorriso, prestativos, respeitosos , despreocupados, é o que senti com todas as pessoas que falei e foram várias. Venha conhecer a Índia também é conclua também.

Afinal é mais tarde do que você pensa, O tempo está ao mesmo tempo,a favor e contra nós, porem é finito para cada um. Aproveite com responsabilidade o seu, é dever não desperdiçar. Faça um plano por escrito do onde você quer estar daqui a dez anos, inclua viagens e nunca desista dos seus sonhos de infância, o que voce queria ser e fazer e ter quando era pequenino? Desistiu de tudo?

Por quê?
Porque tudo é uma questão de atitude.
fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERME5QNlFyWE14dWs

São muitas fotos, vale a pena olhar ou se não, vá para Índia….

HANS, Marcos
Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.
Commercial real estate developer and a Happy World Traveller
Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil
Grand Representative near Grand Lodge of India.
Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM.
See curriculum. http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share