Belarus – Minks April 2019

                         Belarus – Minks 

               Republic of Belarus, independente da USSR desde 1991, da qual foi um dos fundadores, população 9,5 milhões. Capital Minsk, fundada em 1067, com população 2,0 milhões. A praça da vitória, onde estão o fogo eterno e o obelisco com a estrela do partido comunista com os emblemas da foice e martelo é enorme,  presenciei alunos com as professoras, ensaiando marchas de soldado, aquelas  intermitentes, onde a perna esticada permanece por um tempo no ar. É a geração da internet  , do Mac Donalds, do Burger King, honrando com a tradição os heróis do passado que ajudaram a libertar o país da ocupação nazista. 

              -No museu da Guerra Patriótica, em um impressionante prédio, com impressionantes e vívidas cenas da guerra, com semelhança com as dos  museus de guerra da Coréia Norte, a história da brutal ocupação Nazista onde 5295 vilas foram destruídas, com os seus habitantes. Filmes mostram pessoas sendo empurradas para dentro das casas e aí o fogo  queimava tudo. Para intimidar a população foram enforcados em público, no dia 26 de outubro de 1941,  doze  pessoas chaves da comunidade incluindo uma jovem de quinze anos. A história se repete em outros países onde os Nazistas, (partido político da época ) invadiram. O mesmo fizeram os Japoneses com seus vizinhos. Os registros apontam a exterminação de 2.357.000 pessoas em Belarus. 

            – Na chegada no Aeroporto Nacional de Belarus, um policial uniformizado acompanhou os passageiros já dentro do ônibus  até o desembarque e ali na alfândega policiais uniformizados organizando as filas. A presença de militares , no metrô, na rua, se deslocando para o trabalho, é normal. O que me impressionou foi a limpeza das ruas, do  metrô, dos lugares públicos e privados. Uma das cidades mais limpas , junto com Singapura , deste planeta. A educação das pessoas em prestar informações, usando o tradutor, pois, poucos dominam o idioma inglês, foi além da expectativa.    

            Minsk vai sediar  em junho de 2019 os jogos Europeus e a cidade está sendo preparada para isto. A visão da cidade do topo do Hotel Belarus e do icônico edifício sextavado da Biblioteca pública,  mostra as largas e planejadas avenidas, resultado da época Stalinista. Comparando com nossa maneira de viver e de se vestir, posso dizer que aqui sempre  parece ser domingo, pois as pessoas sempre bem , muito bem vestidas, especialmente as mulheres, as que eu mais observava. No metrô, de duas linhas, com estações com decorações e luminárias lindas, um desfile de moda.

           – No passado comunista, as dominações. Os jovens do presente, mesmo tendo este estigma no DNA, vivem daqui  frente e herdaram da era da Uniao Soviética, as avenidas largas, praças enormes, educação exigente, metrô funcionando, mesmo que as catracas estejam desativadas e controladas por seguranças. Fui a um teatro na segunda feira, estava lotado. No outro dia um recital onde crianças estavam se apresentando com violinos e danças. É outro tipos e riqueza. É a Europa, o velho mundo. Está muito a nossa frente neste aspecto, da satisfação intelectual e espiritual como consequência. 

          – A Europa lembra Paris, Londres, Frankfurt, Berlin, Barcelona, Lisboa e muitas outras. Minsk ,em Belarus é singular.

           Por quê? Na expedição onde estou,  quero ir com intensidade para lugares onde nunca fui antes.

            – E porque tudo é uma questão de atitude.

-fotos –https://drive.google.com/drive/folders/1-XYgFVhTrTq0Cc-4cicwcA1F4wMS0zjb

-Marcos HANS 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share