A galinha dançante

Todos recebemos dons. Conforme as escrituras, devemos prestar conta delas no final ou a qualquer momento. Desenvolvemos habilidades por conta delas e as devemos usar para nosso e o bem dos demais. Assim como diz a parábola: Não deixe a lamparina em baixa da mesa, mas em cima para que todos possam usufruir a sua luz.

 

Num reino antigo, descobriu-se uma galinha dançante. Como o Rei estava muito triste por causa das suas responsabilidades, assim como qualquer líder ou chefe responsável. Eles sempre têm sobre a sua cabeça uma espada presa com um fio de cabelo que pode arrebentar a qualquer momento. Por isto a angustia, a tristeza, mesmo com todo o poder que tem.

Pois bem, resolveram presentear o rei com a tal galinha dançante. Só que ela não dançou. O rei já nervoso a cutucava. Chegou um conselheiro, seu assessor, e disse: Deixe comigo. Colocou um espelho na frente da galinha e ela …dançou.

 

Se ficarmos com as idéias, as habilidades, os dons para nós, poucos frutos produzirão e o nosso sucesso será limitado.

 

Portanto, faça o contrário: dance para os outros (o para si já é conseqüência) e a probabilidade de sucesso em todos os sentidos é mais provável.

 

É imperativo compartilhar idéias com outros para obter ação.

Não importa de quem será o crédito, mas sim o resultado.

 

Pense e aja.

 

Por quê?

Porque tudo é uma questão de atitude.магазин одежды Fashionstore.bizhttp://www.intercombase.com/

Share

Deixe uma resposta