Arquivo mensal maio 2018

Egypt – Cairo May 2018 Os Faraós continuam adormecidos.

                             Egypt – Cairo May 2018

                              Os Faraós contiuam  adormecidos.

Africa, o continente mais exótico e extraordinário deste planeta

           O Egito , população de 100 milhões de habitantes. A capital Cairo, com população de 30 milhões. Pensou ou falou em Egito, vem a imagem das pirâmides, dos Faraós, de Ramsés , Tutankhamon , Nefertiti. 

            Também vem à tona a recente revolução, onde o Presidente Osni Mubarak foi afastado  do poder, pelos Muçulmanos Radicais, que permaneceram no poder por um ano e na atualidade os militares estão no Comando. Neste período, convulsões, atentados, se instalaram  e isto afetou  o turismo em cheio,  que é uma das principais indústrias do país. Estão recuperando a segurança e a polícia turística está presente em todos os lugares que visitei nesta visita.  O partido político dos Muçulmanos rebeldes foi proibido de funcionar e opera na clandestinidade. 

             No final da viagem à Madagascar, Somaliland e Eritreia, o vôo de retorno por Cairo , vindo de Asmara teve um trânsito de um dia. O visto custa vinte e cinco dólares, de fácil e rápida obtenção. O vôo chegou às 5h30 da manhã. Às 7 horas eu já estava cavalgando pelo deserto ao arredores das Pirâmides para tirar fotos do conjunto todo. Às 8horas abriram os portões  do complexo das Pirâmides e de charrete percorri os caminhos entre as majestosas, enormes estruturas. A saber, Qeops, Kefren e Miquerinos, as maiores. As pedras ainda estão sobre pedras. Pois de pedra em pedra, enormes pedras elas foram construídas. Eram revestidas. Restou somente um pedaço na ponta de uma delas. O resto foi saqueado. 

              Na sequência fui a Memphis, a antiga capital do Egito, onde em um museu está a estátua deitada de Ramsés, que foi um dos mais atuantes Faraós. 

              E dali para o Museu Egípcio , que fica nas margens do Rio Nilo. Ali estão os tesouros encontrados no Túmulo de  Tucankamon, em especial a máscara mortuária  de ouro com 18 kilos, múmias , a Pedra de Rosetta, uma réplica, descoberta em 1922 por Jean Francois Champollion. Descoberta esta  que permitiu decifrar os hieróglifos egípcios, mudando portanto a história contada até então.

               O Egito não tem em seu museu a Original da Pedra de Rosetta, que está no museu Britânico em Londres, a Original da Nefertiti, que está em um museu em Berlin. Obeliscos foram parar em Istambul, nos USA , na Europa. 

              Vim ao Egito pela primeira vez, em uma viagem Místico Cultura da Ordem Rosacruz, já fazem alguns anos, aliás alguns vários anos. Naquela época vim com a visão romântica e mística, pois a Ordem Rosacruz usa o antigo Egito para dar credibilidade e antiguidade a seus conteúdos. Uma cerimônia dentro da grande Pirâmide, deitado no sarcófago mortuário , fui simbolicamente ressuscitado pelo então Grande Mestre, Charles Vega Parucker. Imagem presente até hoje e embora seu significado foi me explicado no ato, o percebi na integralidade em um dos  graus da Franco Maconaria. 

               Hoje vim para relembrar , em 30/05/2018, sentir as pirâmides, O Egito , o legado dos Faraós de outra forma. Os Faraós estão  realmente estão adormecidos, O entorno  das pirâmides está inacabado, calçamentos por fazer, asfalto por terminar, assim como era a vários anos atrás. O museu Egípcio, desatualizado na sua estrutura física e forma de apresentar as relíquias, também sendo reformado. A cidade do Cairo, em quase sua totalidade, com prédios inacabados ou em construção permanente, onde o exterior dos prédios não é terminado nunca, onde a sujeira na rua, lixos e pó, é o mesmo de antes. Onde carroças puxadas por animais burros , bois ainda fazem  parte do cotidiano.

               O diferente que vi, é um museu em construção , perto das Pirâmides, com um projeto para colocar uma estátua de Ramses gigante no complexo e todas as relíquias do antigo Egito. Isto sim pode ajudar o turismo, a dar uma imagem de ressuscitar os Faraós. Que isto contagie o povo Egípcio e que o espírito industrioso da época dos Faraós volte a está terra. Mas vai ser uma ilha moderna dentro da velha Cairo e tudo continuará a andar como sempre. 

                Porque isto. Porque quando se visita um país, uma cidade pela  primeira vez se vê e se percebe o que é. Quando se revisita, décadas após, se faz comparações e para o e Egito, o Cairo, piorou. O trânsito, com buzinaços a todo  tempo, funciona, passagem pela direita , pela esquerda, vale tudo.   Pedintes de  esmolas, de comida , vendedores agressivos, guias de turismo que se passam por fiscais para vender seu serviço,   nada ajuda para valorizar e promover as belezas do passado. 

                 -O Egito fascina porque foi aqui , que a civilização  mais adiantada conhecida expressou arte, política, economia,  arquitetura, religião , filosofia. Os Faraós não imaginaram que seus prédios, suas estátuas,  seus conhecimentos, iriam  sobreviver tanto e proporcionariam tantos negócios em futuro tão adiantado. 

                  Os imperadores da China acordaram. Os Maharajas da Índia acordaram. Os Faraós do Egito continuam adormecidos.

                  O maior museu a céu aberto  do mundo está aqui. Vale a pena ver, vale a pena rever. 

Por quê tudo isto? Porque é mais tarde que você pensa.

            -E porque    tudo é uma questão de atitude.

fotos – no Drive. https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLW9zV1p4UFhYNmM

Vídeos- No YouTube sob o meu nome. 

HANS, Marcos 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Eritreia – A Coréia do Norte da África- may 2018

                               -Eritreia – A Coréia do Norte da África- may 2018

                                O país dos Cactus. O país do pastoreio.

Africa, o continente mais exótico e extraordinário deste planeta

             Eritreia, Estado da Eritreia, população de 5 milhões. Capital  Asmara com 1,3 milhões na região metropolitana. Independente da Ethiopia desde 1991após 30 anos de conflito. São quase 1000km na margem do Mar Vermelho, abundante em recursos minerais. Muitos colonizações, como os Turco Otomanos, Egípcios,  Ethiopians ,Italianos e os Britânicos no século XIX. Idioma oficial Tigrínia e o Árabe. A grande maioria  fala algum nível de inglês.. É um Estado  de partido Único embora a constituição declara diferente. Serviço militar é obrigatório. Todas as mídias são de Propriedade do Estado. Considerado a Coreia do Norte da África. O país mais fechado da África. Uma das versões porque Mar Vermelho. Os lagos formados pelas marés, ao secarem realçam o sal e uma alga que deixa uma cor avermelhada brilha. Daí o nome Mar Vermelho.

             Acredita-se  que foi nesta região que a Rainha Shaba, que teve um caso com o Rei Salomão, criou seu filho Ilminik I. História está relatada na Bíblia. 

                    E na Bíblia são barradas  inúmeras parábolas de pastores com suas ovelhas, cabras, seus cajados e o burro quando Jesus voltou quando as palmas foram colocadas  no caminho ele passava. Pois aqui os pastores, desde crianças, meninos, meninas, adultos tem esta função, de pastorear as ovelhas, cabras,  burros, camelos. As histórias da Bíblia aqui presentes.

               Aqui estão os fósseis mais antigos de humanos do mundo. O Crânio de um hominídeo, intermediário entre Homo erectus e Homo sapiens foi encontrado com 1 milhão de anos. Aqui surgiu o Elefante, fósseis com 27 milhões de anos foram encontrados aqui pelo paleontologista Americano William Sanders. Visitei o Museu Nacional e ali estão as e evidências.

        A economia é largamente baseada na agricultura de subsistência. A indústria foi  nacionalizada  e desmantelada após a guerra civil e a produção parou. A reserva de Petróleo é a maior da região do Mar Vermelho. Em virtude dos conflitos com a Ethiopia o turismo representa pouco nos serviços do país. O dia da independência é comemorado em 24 de maio e uma semana inteira de celebrações , culminando com desfiles na avenida principal e a presença do Presidente no estádio de esportes.

               Eritreia é  um  dos maiores provedores de refugiados. A Inglaterra , Itália, Alemanha recebem muitos  pedidos  de asilo. Nativos que fogem do regime em busca de oportunidades melhores. Por conta do serviço militar obrigatório sem prazo definido, provoca está fuga. São cerca de  1000 pessoas por mês que fogem ou tentam fugir. Boatos de prisões no interior, em containers e trabalho forçado para os que se opõem ao regime. O presidente Issayas Afwerki, de 73 anos, está no poder desta a independência em 1991. Portanto uma ditadura de 27anos, 

              Foi colônia Italiana desde 1890 até 1947. A capital Asmara parece mais como uma cidade italiana, estagnado no tempo. Nostalgia é a primeira impressão. Restaurantes italianos para pizzas e massas são comuns. É um dos vistos mais difíceis de conseguir. O visto foi recebido na chegada, solicitado anteriormente, porque o Brasil não tem embaixada da Eritreia. E de agora em diante, somente visto em consulados e embaixadas e não mais visto na  chegada. E para se locomover dentro do país se precisa permissão para todos os lugares individualmente. A internet é uma mais  lentas. O único aeroporto internacional é na Capital Asmara. A moeda local oficial é a NAKFA .

                 No Aeroporto em Dubai encontrei um senhor, cidadão filho da Eritreia, atualmente nos Estados Unidos. Indo visitar sua mãe que vive  em Asmara, de 98 anos. 

                 A avenida central , cuja arquitetura  é dos anos da ocupação Itáliana de1890-1940 e a avenida  de palmeiras  das mesma época. Dos dez cinemas da cidade, alguns funcionando como o cinema Odeon, o Cinema Roma, e o cinema Impero com 80 anos e o Cinema Asmara, que era exclusivo para locais, construído em 1942. Todos no centro da cidade  e  são as marcas arquitetônicas da cidade . Épocas de Glória do cinema refletidas na arquitetura. O prédio da Fiat Talgiero ,futurístico, construído em 1937, era um posto de serviços de combustíveis e foi uma construção com 30 metros de concreto de vão livre para cada lado, inédito na época .Hoje cercado e abandonado. Assim a maioria dos prédios daquela época, sem conservação. A primeira Mesquita e maior data de 1923. Igrejas Católicas Romanas, da Igreja Ordotoxa da Eritreia e Anglicanas são as mais expressivas. A grande maioria são da Igreja local, a Ortodoxa da Eritreia, que uma Igreja Copta, expelida pelo concílio de  Chelseanon , com sede no Egito, fundada por um dos doze apóstolos, São Marcos.  O atual Papa é Shenoida III. A igreja ordotoxa Russa, e Ortodoxa da Arménia também seus Papas ou Patriarcas. O assunto religião, neste planeta, é diverso é  complexo e  dividido. 

                                A Cadetral, no cento na avenida Harnet, ou avenida da Libertação, foi construída pelos CapuchInhos. A Igreja Ortodoxa Copta St. Mary foi construída em 1938.

                    A cidade vive da  arquitetura do passado,  muitos pedintes na rua, crianças, jovens, estudantes, idosos. A população de crianças é visivelmente grande. 

                         O desfile noturno em comemoração a independência mostrou os diversos setores da economia, do comércio, militar, hospitalar. De uma forma singela, com materiais improvisados, veículos enfeitados, foram mostrados o dia a dia destes setores. É emocionante ver o esforço, a simplicidade com que as coisas e as pessoas são apresentadas. No dia seguinte na véspera do dia 24 de maio, bandas animaram o povo nas avenidas principais, decotadas  com luzes. A meia noite uma explosão de fogos de artifício. Incrivelmente, no dia seguinte as ruas estavam limpas. A limpeza começa todos os dias as quatro horas da manhã.

                                  A rota romântica do trem pelo vales de Asmara até  Nefasty, durou cerca cinco horas em uma locomotiva a vapor e um vagão  passageiros. Constantemente o trem parava para esfriamento e para reabastecer o tanque de água que produz o valor a partir do lenha e carvão. A ferrovia foi construída em 1911 pelos italianos. Um região montanhosa, árida onde cactus são a maioria do verde. Esta ferrovia ia de Asmara até Massava. Destruída pelos colonialista e parcialmente recuperada para fins turísticos. São curvas e mais curvas e túneis e mais túneis. E iam-se percebe, pelo terreno árido, a quantidade de cactus de diferentes espécie. 

                     O mundo é igual, passeios de trem  com máquinas antigas é promovidas como atração turística existem pelo mundo, . Em Garibaldi no RS, no Peru, no Norte da Índia , No Paraná e muitos outros lugares. Neste trem encontrei uma funcionária da embaixada dos Estados Unidos na Eritreia. Sim, tem uma embaixada aqui dos USA e os existem interesses aqui. Uma base americana está em Dboutiji , próximo daqui no mar vermelho. 

                             Notícias internacionais e canais de tv  do mundo estão disponíveis. Internet, facebook estão disponíveis, não existe portanto um isolamento, senão econômico e político com poucas oportunidades do ser humano expressar o seu potencial. Os mais pobres recebem cupons para alimentos como açúcar, café, farinha, etc. No Brasil, também temos cupons em forma de cartão eletrônico. 

                                  Eritreia, um enigma. Não se consegue decifrar o país , O Estado da Eritreia em alguns dias de  visita com  as pessoas vigilantes em não falar ou revelar as coisas e ações  do governo , com medo de represálias. Percebe-se claramente um país sofrido, um povo sofrido, fechado para o mundo moderno, econômica e politicamente e com isto as pessoas , as novas gerações sofrem as consequências do ambiente muito desfavorável.

                                  Massawa, cidade portuária , no Mar Vermelho,  100 kilometros de Asmara . No passado “A pérola do mar vermelho”. Foi importante porto  para os Gregos E Egípcios . Os turcos estabeleceram controle no século dezesseis.  O auge foi no século dezenove. Atualmente, abandonado, porto fechado, containers vazios. Sendo a atração o mar, as praias, mergulho.  Uma cidade fantasma no porto. Prédios destruídos no conflito da libertação da Ethiopia. Mesquitas, bares, lojas de secos e molhados e um calor de 40 C. E por conta do calor, quase não se vê pessoas na rua. No caminho de Asmara, os vilarejos com animais nas ruas, cabras, burros, muçulmanos e cristãos convivendo na mesma comunidade, portanto uma mistura no modo de vestir pois os muçulmanos normalmente cobrem a cabeça com turbante e vestidos longos e os cristãos com roupas conhecidas no ocidente. 

                                 Uma viagem de um dia, para ver os Canyos em Metera   Qonde vilas se estabeleceram em platôs nos canyons , onde os cactus são o verde, e as alturas são enormes e cavernas com desenhos de animais e pessoas são os vestígios do passado. A época de chuvas aqui é somente em janeiro. Neste trajeto se vê bois com arados de madeira, pessoas com enxadas de cabo curto capinando as roças de milho, camelos carregando mantimentos, burros sendo usados como transporte de pessoas e materiais, terras secas sendo preparadas esperando o período de chuvas e em alguns  lugares água sendo bombeada para as plantações de poços. Igrejas Coptas   em cada vilarejo, de fácil reconhecimento pois no topo tem uma cruz com quatro quadrados. 

                                         No último  dia desta viagem, 29 de maio, em Keren, aconteceu o festival anual  religioso da Igreja Copta Santa Maria. Uma multidão de peregrinos, com tambores, roupas de festas, as mulheres a maioria de branco é com a cabeça coberta, faziam fila para entrar no santuário onde está a imagem de Nossa Senhora , Marian Da’arit, dentro de uma enorme árvore,  uma  Bao  Babs , que foi inaugurado em 1881cujo tronco tem um circunferência de 15 metros no mínimo e na parte interna, agora oca , com piso, onde está esta imagem. A fé, a devoção, os cantos e músicas , pessoas beijando a árvore, encostando a cabeça na árvore e rezando, pegando areia ao redor da árvore que é benzida para usar como material para curas, famílias inteiras fazendo seu piquenique, no chão, com toalhas coloridas. Impressionate o que a fé, uma idéia filosófica e de moral , que leva a salvação ou prosperidade  aqui e agora. Filas de mulheres  beijando a Santa para ser agraciado com uma gravidez. Simplesmente lindo, bonito, fervoroso, contagiante.

         Neste tipo de viagem, para estes países incomuns, sempre organizado através de uma agência especializada, compartilhei o quarto com um alemão de Nürenberg, Alemanha, Patrick Blos, que vê fez praticar meu alemão , meu idioma primeiro, aprendido com minha mãe e me  deu uma perceptiva e situação atual da Alemanha. 

            Concluo, que está visita de uma semana, neste país de visto difícil, com apelido de Coreia do Norte, porém com acesso a todas informações do mundo, além de de uma aventura , é uma quebra de conceitos sobre os países da África. O ambiente muda, a situação econômica, financeira, política, muda. As pessoas não,  são da mesma natureza dos  sul americanos, dos Norte americanos , dos europeus, com os mesmos objetivos . Crescer nos diversos quadrantes da vida, ter sucesso, ser feliz, formar família.

            Quando se viaja, o retorno  serve para colocar a vida em perspectiva é planejar o que fazer com o tempo que resta. “ A decisão mais importante de cada , é decidir o que fazer com o tempo que resta.”Gandalf , Senhor dos Anéis. 

    -Por quê tudo isto? Porque é mais tarde que você pensa.

            -E porque    tudo é uma questão de atitude.

fotos – no Drive. https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERMFllb2I2c0l4T1k

Vídeos- No YouTube sob o meu nome. 

HANS, Marcos 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Somaliland-Republic of Somaliland may 2018

      -Somaliland-Republic of Somaliland may 2018

 

Africa, o continente mais exótico e extraordinário deste planeta

               A Somália, República Federal da Somália, país reconhecido internacionalmente, tem como vizinho o território que proclamou auto  independência: Republic of  Somaliland. A Somália, que ganhou sua liberdade da Itália, seis dias após a atual Somaliland em 1960 do Império Britânico, tem os seguintes estados: Jubaland, Puntland, Galmudug, South West State, Hit-Shebelle. Cada estado com  um presidente, ou presidente regional comparados a governadores. São  cinco  presidentes regionais  dos Estados  que é  a Somália Federal. Estes presidentes regionais e assim como o Presidente da Somália são eleitos pelos parlamentares em um total de seis , portanto. Em  Somaliland as eleições são democráticas e estão no quinto presidente.

              O território mais ativo, a República da Somaliland , um país auto proclamado, internacionalmente reconhecido como um região independente da Somalia. Ainda não reconhecido pelo ONU. População: 3,5 milhões. Capital: Hargeisa com 1,1 milhões. Formado em 1960, sucedendo o Prectorado Britânico, seis dias antes da Somália Italiana. Em 1988 houve guerra contra o Somali National Movement e a  Guerra civil destruiu a economia e infraestrutura militar e da hoje Capital e em 1991 declarou unilateralmente sua independência e está solicitando reconhecimento internacional como Goverment of the Republic of Somaliland. 

              Idioma oficial: Somali. Depois árabe e inglês.Lema do país, de comando Árabe, “Não existe deus , porém Deus . Muhammad é o mensageiro de Deus.” O dia da independência é comemorado em 18 de maio. Este ano, em 2018 foi antecipado para o dia 15 em virtude do período de Ramadã que os muçulmanos observam.

               As festividades e o desfile militar ocorreram na rua central, com a presença  do Presidente atual, o quinto desde a independência. Muito colorido, verde, vermelho , branco, as cores da bandeira. Pessoas vestidas com roupa deste cor, bandeira enrolada no corpo, chapéus, pins, mantas. Aplausos quando os militares desfilarem em marcha típica e mais aplausos quando os tanques guerra e canhões passaram pela avenida. Se percebe o espírito de combate, da defesa do que foi conquistado.  O grupo com o qual eu estava, de diversas nacionalizes, também no final participou do desfile. 

                 Ao caminhar nas ruas, facilmente se é identificado como estrangeiro, as pessoas vinham falar, pediam para tirar fotos. A simpatia, alegria, o entusiasmo de querer trocar informações e saber o que se acha do país é grande. Por causa do calor, o comércio fecha ao meio dia e reabre as quatro da tarde. Hora da siesta como em muitos países.

                 O turismo, que é pouco ,  é protegido pela polícia turística, que são soldados do exército que acompanham as grupos. Uma região árida, quase todas as ruas da cidade ainda são estrada de chão o que significa muito pó. A distribuição de água é feita com tanques tonéis puxados por mulas. O dinheiro, Somaliland Shilling, que vale 10.000,00 para um dólar americano, faz o câmbio ser um negócios de proporções físicas grandes. Pilhas, muitas pilhas de dinheiro em cima de paletes, na rua, com guarda sol, esperando clientes para trocar dólares americanos. Moeda americana  amplamente aceita. 

                 O setor que se percebe visualmente  adiantado é o das telecomunicações. Cias de Celulares 4G tem várias e quiosques para venda de aparelhos celulares  às centenas. O sistema de pagamento muito usado é o pagamento eletrônico via celular, até por causa do volume de notas.

                  Em um show  cultural a elite da sociedade se fez presente. Este país ainda em formação, não reconhecido pela comunidade internacional, já independente por 27 anos, busca o seu lugar e para seus patriotas, pois a geração atual nasceu depois da independência  declarada em 1991. O passaporte da Somaliland é aceito somente  na Ethiopia e na Inglaterra com carta convite. Alternativa é peticionar um passaporte da Somália para viagens, negócios. Tudo , portanto, é complicado.

                        – O  Saryan Museum de Hargeisa, mostra a história da colônia britânica libertada que rejeitou a liberdade logo após, a guerra civil, os bombardeios que destruíram Hargeisa , a pré história e os Líderes políticos atuais que desde 1991 lutam pelo país. O Centro Cultural de Hargeisa contém uma Biblioteca, espaço par apresentações e uma Galeria dedicada a Laas Geel, cavernas onde estão pinturas de animais e humanos pré históricos.

                          Somaliland é um dos países  com menor renda per per capita , portanto parte dos mais pobres do planeta. Estive aqui no início da observância do Ramadan, onde por uma período da lua, se faz jejum durante o dia, desde nascer até o pôr do sol. Os minaretes anunciam os cinco períodos de oração diários pelos alto falantes. Já vi em alguns países a proibição destes anúncios em respeito às demais religiões. Durante o Ramadan, a refeição pode ser feita exatamente depois das 18h15m, quando os minaretes  anunciam este horário. Observei muitos restaurantes e na rua mesas postas com comida e pessoas sentadas esperando este horário. A refeição é composta de melancia, tâmaras, sucos e pão. 

                    Berbera, cidade litorânea, portuária,  distante 150 km de Hargeisa , no caminho está Las Geel e portanto  as cavernas Laas Geel. Pinturas  rupestres. São sete cavernas com desenhos de idade entre 5000 a 7000. É o homem descobrimento por onde esteve antes de chegar aqui. O mar vermelho se encontra com o Golfo do Aden nesta região. Aqui , em Berbera, está a maior pista, a mais comprida , para aviões do mundo, 4,110 km, construída pelos americanos para pouso do Space Shutlle caso ocorra problemas para pouso em Cape Canaveral na Flórida, 

                      Em Sheik, visitei uma escola patrocinado pela SOS Hermnann Gmeiner , organização europeia que aloca recursos na África e que leva o nome de seu idealizador o alemão ,  Philantopista Hermann Gmeiner. 

                       Em Addis Ababa, Ethiopia,  é  a Lucy, em Joburg, Johannesburg na África do Sul, o museu The Cradle of Humankind. Somos todos, de certa forma africanos. E antes disto, de onde descendemos?  Eternas questões: da onde viemos, porque estamos aqui , para onde vamos. Enquanto isto, faça o máximo do seu tempo e faça o que você quer, mesmo se equivocando, sempre com responsabilidade, pensando nos que vem depois de você. É mais  tarde do você pensa. 

                    A experiência aqui foi para testemunhar , talvez o pior nível de vivência e sobrevivência humana, pois é no continente Africano que a maior  pobreza é registrado.. E um país em formação,  com início após uma guerra civil, em busca de identidade. É um turismo observador . No grupo estiveram viajantes da Irlanda, Austrália, Holanda, Canadá, Turquia, Tailândia. O companheiro de quarto, que é designado aleatoriamente, era um médico da Austrália. 

                                 uma aventura, desconforto, calor, cuidado ao escovar os  dentes com água de garrafa, falta de energia constante, comida diferente, ritmo lento nas locomoções por conta das rodovias, pobreza de infraestrutura. Acredito ser  necessário conhecer, e não somente ler e ver notícias na televisão a respeito, para entender está parte do planeta, nossa casa e finalmente entender e compreender melhor a si, o propósito de tudo.

                                         Viajar é para sempre, viaje você também. E porque viver cada ano igual aos anteriores? 

Por quê tudo isto? Porque é mais tarde que você pensa.

            -E porque    tudo é uma questão de atitude.

fotos – no Drive. 

https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERMFk1NTE5LTNxMmc

Vídeos- No YouTube sob o meu nome. 

HANS, Marcos 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Pelo MuNdO Maio 2018

Pelo MuNdO

Se você ainda fez turismo suficiente nos países de organização cartesiana  como Europa, Estado Unidos , Japao, Austrália, New Zealand , em hotéis ou excursões ou mesmo por sua conta então ainda falta um pouco para o turismo do terceiro mundo.

Após  114 país visitados posso dizer que , por exemplo, na Ethiopia e vários  outros países da África , Coreia do norte, Somaliland, Madagascar, Lhasa Tibet,India, China, Thailand , Laos,Vietnam, Nepal, Buthan ,Mianmar, Indonésia e contando. 

Alguns 50 anos, outros 100 anos atrás da tendência mundial, dos fatores e padrões estabelecidos pela ONU . vivem e sobrevivem como se estivessem na era antes da aviação, antes do motor a combustão , de volta ao passado que para eles sempre foi o presente. 

Isto é uma maneira de ver e conhecer o ser humano e o que ele ainda faz na era da informação instantânea e disponível, na era da medicina nuclear , na era da Wikipédia 

e Dr Google, na era das famílias pequenas ou nenhuma.

Viajar è para sempre

Viaje o mundo 

veja mais 

veja lugares

veja pessoas

veja mais do mundo

veja a diversidade do mundo 

Por quê tudo isto? Porque é mais tarde do que você pensa e para refletir.

Assim como  é em cima é em baixo. 

            -E porque    tudo é uma questão de atitude.

HANS, Marcos 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Madagascar -Antananarivo maio de 2018

 

          Madagascar -Antananarivo maio de 2018

              Uma ilha autêntica -Um mundo à parte.

Africa, o continente mais exótico e extraordinário deste planeta

             Madagascar é uma  grande Ilha, a quarta maior do planeta, depois ded Groenlândia, Nova  Guinea  e Borneo. E o país leva o mesmo nome. Uma república unitária semi presidencialista ou seja República de Madagáscar. O atual presidente, Hery Rajaonarimampianina está concorrendo novamente. Já existem outros cinco candidatos.   População: 24  milhões. Capital Antananarivo.Populacao -2,milhões. Idiomas oficiais :Malagasy e Francês e por isto o inglês não é muito difundido . Independência  da França desde 1960.

            Os filmes de animação da Dream works tornaram o nome Madagascar conhecida e por consequência o país e seu turismo. As famosas árvores Boababs, mencionadas no livro Pequeno Príncipe, é uma das atrações em uma avenida de enormes árvores, que ao por e nascer do sol tem seu ponto alto para fotos. Está avenida fica em Morondava , a 700 km de Antananarivo. Infraestrutura das estradas é precária. Fiz o trajeto de carro. 

                Muitos  parques nacionais ,muitas florestas e muitas praias . O animal mais famoso e que não   existe em outro lugar neste planeta são os Lemurs. Em extinção.Também conhecido através do filme de animação, onde o King Julien XII se auto proclamou Rei dos Lemurs.  

               A viagem até a avenida das Boa Babs em Morondava , fez passagem por Behenjy, Anbatolampy, Antsirabe, Betago,Ankazoniriotra, Mandoto, Niandrivazo, Analainbandy, Mahabo e Morondava- e o pernoite na Hotel Boa Bab, em Niandrivazo. Os centros das  vilas por onde passei, todos com seus mercados de rua onde cada um traz seus produtos, desde carnes, roupas, eletrônicos, comidas. Comércio informal, inclusive de Carnes. Idêntico à Índia e aos países da América latina e central e ao norte e nordeste do Brasil. Se vê muitas crianças, muitas pessoas andando sem calcados. Higiene muito precária. Por consequência muita poluição. Expectativa de vida , 60,65anos. 

                    A eletricidade pública é precária. Falta energia constantemente, placas de energia solar avulsas para armazenamento de energia em baterias é comum. Água potável encanada não existe e é muito cara e por isto a busca diária por água é rotina. São baldes e galões sendo transportadas no corpo , em motos, em camionetas em carrinhos. Carregar algo  na cabeça, especialmente  as mulheres, é comum. Desde sacos com comida, lenha, baldes, bacias.

              As estradas, asfalto, com muitos buracos, impossível trafegar a noite. Postos de polícia com os mais diversos fardamentos, estilo francês, africano , com muita frequência para checagem documentos ou só olharem de longe.  A estrada, o asfalto é uma extensão das casas. Usadas para secar cereais, para  se reunir, para brincar, para montar a loja. É a praça.

             Se a Coréia do Norte está atrasada em termos de tecnologia e técnicas para agricultura, indústria, comércio , em 50 anos, por ser uma economia fechada, Madagáscar está atrasada  em mais de cem anos. A agricultura é primitiva, quase tudo feito a mão com ferramentas simples. Foice, enxada, pás  e as mãos . Porém, um aspecto não está  tão atrasado, o de telecomunicações pois celulares , 4g, fibra ótica  está disponível nas mais remotas tribos. Aliás, é assim que se pode classificar a vida no interior, vida tribal. Inclusive as tribos mantém seu próprio estilo de arquitetura, construindo cada uma um tipo de casa.    

                            Sobre a avenidas das Boa Babs, ou árvore da vida, é impressionante. Muitas árvores juntas, em uma alameda, a maioria com  mais de 30 metros de altura formam  um conjunto colossal que é digno de visita para perceber mais uma vez o que a natureza é capaz. A idade pode ultrapassar os  1000 anos  e pode chegar a milhares de anos. Compete com as sequóias.

                                 Desde a chega e durante fui alertado para não andar sozinho, não sair a noite não mostrar celular ou câmera e estar em constante alerta pois assaltos são comuns. 

                             O parque dos Lemurs, o famosa animalzinho do filme Madagáscar, está nos parques nacionais e também em um conservatório perto de Antananarivo. É ágil, dócil, rabo, comprido, magro e dançante. O com o rabo em forma de anéis, preto e  branco é o que está representado no filme Madagascar. 

                                  A capital , cidade de 1.6 milhões, tem no centro a Estação de Trem , Soarano Train  Station ou Gare de Soarano, que data de  1908. Atualmente somente  usada para trens de carga. O caos, organizado para eles, que vi nas vilas do interior, se repete aqui  e  é assim em todo território. É uma luta diária de sobrevivência em busca de mantimentos, de água. Se vê pessoas catando peixes com as mãos nas plantações de arroz ou em Lagos. Se vê pessoas catando lenha para o fogo do fogão para a comida do dia, somente para citar alguns exemplos.  

               Porém, com toda esta limitação, dificuldades, desgovernos, os forçando a ficar neste nível, comparadas com o nosso mundo, o povo, é feliz a sua maneira. Não se preocupam ou se ocupam com o passado e tampouco com o futuro. O hoje é que importa pois precisam sobreviver hoje. Não existe um grande planejamento, as coisas vão acontecendo. As famílias do interior, e isto quer dizer 90% da população, que trabalha na terra para sobreviver, tem em média seis ou mais filhos. 

                  Perguntei um senhor se a mecanização da agricultura não é desejada ou porque continuam neste sistema primitivo de fazer  praticamente tudo com as mãos? Porque , primeiro , está da mente de todos que é do esforço,  do trabalho, do suor que vem o sustento e segundo é impossível por causa das condições financeiras. Somos um país pobre, muito pobre. Na réplica perguntei se tinha a ver algo com a religião cristã, a filosofia judaico cristão, que ensina que é do suor que vem o sustento de cada um. De certa forma sim, foi a resposta.                                           

                      A última Rainha foi Ranavalona III, cujo palácio Real ainda está na colina  principal da Capital, chamada pelo curto de Anta, Antananarivo. O palácio porém está vazio e hoje serve de recordação dos tempos de reinado. Reinou de 1883 até 1897 quando foi vencida pelos franceses, que ficarem aqui até 1960. O reinado de Madagascar ou Reinado de Merina, durou de 1540 até 1897. Os Franceses saíram pacificamente e atualmente tem um bom relacionamento com o governo.                          

                  Necessito registrar que vi  agricultura e estilo de vida primitivo em Lhasa, no Tibet, na Índia , nos 10 Estados que visitei, no Andes do Peru, no norte e Nordeste do Brasil, em Lalibela na Ethiopia, na Coreia do. Ortega  e Madagascar ganha de todos, está nos tempos medievais, tribais. No mesmo planeta onde na Europa, nos Estados Unidos, em Singapura, onde um toco de cigarro no chão ou um chiclete  na rua , pode dar multa ou cadeia, aqui isto seria material de reutilização.

               Por outro lado, existe a parcela da população rica, neste país, uma parcela pequena, que fez e faz fortunas com pedras preciosas, ouro, comércio.

                  As religiões predominantes são as cristãs, católica, luterana, episcopal , Mórmons e muitas igrejas pentecostais. O cinema Rtiz e Rex,  Inês comuns de teatros e salas de cinema, no centro da cidade estão alugados ou pertencem a uma igreja evangélica. Entrei em uma Cadetral onde uma escola de estudo da Bíblia estava em andamento. Todos com roupa de domingo. O mundo é igual. Mudam os personagens, Até a moda persegue os mais longínquos recantos . As calças rasgadas nos joelhos e outras partes da perna, também é comum aqui.                                  

             Madagáscar, até o nome é exótico. Em vários aspectos o país está no século  dezoito. A população portanto sem educação ou pouca e a maioria em regime de sobrevivência diária se mantém ocupada e abafada  sem poder de reação. É uma experiência atemporal pois aqui se acorda no século retrasado. Madagáscar, um mundo à parte.             

               Visitei a Grande Lodge National de Madagascar em Antananarivo , na Lot 330FM, Morondava – Antehiroka . Grande Loja consagrada em 2009 e Templo inaugurado em 2011 pelo GM TRF Soumoudronga, que conheci e encontrei em diversos eventos internacionais maçônicos. Fotos também em link drive em separado.

      –A propósito, sobre a Pólio nesta região do mundo. Ethiopia recebeu seu certificado livre de Pólio em 2017.Madagascar vai receber seu certificado em 2018, de acordo com o Dr. Koffi Kouadio da WHO World Health Organization , órgão da ONU, que encontrei no avião aqui. Pólio ainda ativa em vários países no mundo. 

       Não existe atalho  para a felicidade, mas tudo pode começar com uma viagem por Madagascar e encontrar companheiros de quarto, se ficar em um Hostel, do Irã, de Shiraz, da França ou do Sri Lanka para trocar informações sobre o que é a vida para cada um. 

E para encerrar outra reflexão:

Se você ainda fez turismo suficiente nos países de organização cartesiana como Europa, Estado Unidos , Japao, Austrália, New Zealand  em hotéis ou excursões ou mesmo por sua conta então ainda falta um pouco para o turismo do terceiro mundo.—

Após  114 país visitados posso dizer que , por exemplo, na Ethiopia e vários  outros países da África , Coreia do norte, Somaliland, Madagascar, Lhasa Tibet,India, China, Thailand , Laos,Vietnam, Nepal, Buthan ,Mianmar, Indonésia e contando. —

Alguns 50 anos, outros 100 anos atrás da tendência mundial, dos fatores e padrões estabelecidos pela ONU . vivem e sobrevivem como se estivessem na era antes da aviação, antes do motor a combustão , de volta ao passado que para eles sempre foi o presente. 

Isto é uma maneira de ver e conhecer o ser humano e o que ele ainda faz na era da informação instantânea e disponível, na era da medicina nuclear , na era da Wikipédia e Dr Google, na era das famílias pequenas ou nenhuma.

Viajar è para sempre

Viaje o mundo 

veja mais 

veja lugares

veja pessoas

veja mais do mundo

veja a diversidade do mundo 

           -Por quê tudo isto? Porque é mais tarde que você pensa.

            -E porque    tudo é uma questão de atitude.

fotos –

7https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERMFIyZnJxQmVEX0U

 

Vídeos- No you tube sob o meu nome. 

Drive -GL Nationale Madagascar 

https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLW1hTzhPNzRQTmM

HANS, Marcos 

Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.

Commercial  real estate  developer and  a  Happy World Traveller 

Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil

Grand Representative near Grand Lodge of India.

Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM. 

See curriculum.  http://www.sejalider.com.br/?p=4243

          

Share