Arquivo mensal outubro 2017

Kurdistan -Iraq- Erbil October 2017

Kurdistan -Iraq- Erbil October 2017
(Dukok, Rawanduz, Sulaymaniyah , Erbil)

Kurdistan , Norte do Iraque, nação dos Kurds, território independente desde 1970, onde vivem os Kurds, com cultura e idioma próprio, disputam sua independência do Iraque e em recente referendum receberam a maioria dos votos a favor o que fez o governo central de Bagdá fechar o aeroporto da principal cidade, Erbil, provocando alteração no roteiro que eu tinha programado. Ao invés de voar, fiz o roteiro por terra vindo da Turquia. São 28 milhões de habitantes, abrange territórios do Iraque, Turquia, Iran e Syria.
A região faz parte da histórica Mesopotâmia , região compreendida entre o Rios Eufrates e Tigre.-A disputa milenar entre Israel e Palestina, a centenária disputa na Catalunia na Espanha e a disputa dos Kurds são as modernas independências em andamento. A história de repete em diversas partes do globo sempre em nome do poder é de manter territórios. Os rios Tigres e Eufrates, tão mencionados nos livros sagrados, tem sua nascente nestes territórios. Petróleo , novamente, é uma das riquezas principais, além de cobre, ouro, carvão. Tudo em nome de Alá, digo, do Petróleo e minerais.
O território independente Kurdistan desde 1970, se tornou um “negócio de família “.O atual e único presidente até agora, Masoud Barzani, desde 2005, filho do fundador do partido que está no poder.
A cidade de Dohuk, com cerca de 600m habitantes, está localizado ao longo do rio Tigre e o turismo tem se desenvolvido em virtude da curiosidade em saber deste território dentro do Iraque. O inglês tem se tornado o idioma mais praticado.
A moeda deste território continua sendo o Dinnar do Iraque e o praxe é não usar bancos. Portanto o uso das cédulas é ostensivo e as casas de câmbio tem pilhas de dinheiro nas vitrines. A fronteiras entre a Turquia e o Kurdistan são movimentadas e o processo de passagem levou duas horas. Ao chegar na cidade Dohuk, militares com armas ostensivas é cena comum.
Visitei um dos 40 palácios de Sadam Hussein ,em ruínas. Neste ele ficou uma noite. Desde 1979 quando chegou ao poder até sua morte em 2004, foi um brutal ditador militar. Matou seu genro e neto. Foi capturado em sua cidade natal em Kirkuk, em um buraco. O povo árabe o tem como herói pois foi o único a atacar Israel.Foi executado antes de finalizar seu julgamento. As armas usadas nas guerras, inclusive as químicas, ele comprava dos países ricos. Eles queriam ele em silêncio também e assim aconteceu. Seus dois filhos foram mortos em Mosul.Sua esposa e filhas vivem na Jordânia , em vida de luxo. A história se repete. Hitler, Mussolini, Stálin, Sadam Hussein, Bashar_al Assad e outros “assassinos da era moderna”.
A região vem perseguindo sua independência desde 1945 na conferência mundial da paz em São Francisco, USA. Atualmente somente existe guerra interna por causa do referendum. A guerra civil na região está no país vizinho Síria.
Aqui está a sexta maior reserva de petróleo do mundo. Eis a razão de tudo. Todo petróleo foi negociado com a Turquia por 50 anos, pois as refinarias próprias não são o suficiente. A eletricidade é escassa . São 8 horas de energia do sistema público, oito horas de geradores próprios por comunidades e oito horas de black out. Para passar o inverno é necessário comprar querosene para aquecimento.É rotina continua desde que Sadam Hussein foi deposto. Paradoxo do petróleo. Terra de petróleo abundante mas o governo não fornece diesel suficiente as produtoras de energia assim o problema de energia é constante batalha.
E também aqui está a caverna “ Shanidar Cave “onde foram encontrados nove esqueletos Neanderthal na década de 50 pelo americano Ralph Stefan Soleck, indicando vida aqui a 60 a 70 mil anos atrás.
O mercado imobiliário desvalorizou abruptamente desde a queda do preço do petróleo. O barril chegou a 100.00 US$ é atualmente aqui é vendido a Turquia por menos de us$ 50.00. Muitos prédios vazios por conta da queda do petróleo.
Na cidade de Rawanduz, onde está Hamilton Road construída na década de 20, estão também os resorts, os enormes canyons. O resort PANK, com um enorme roller coaster, parece um parque fantasma, porque com a economia em baixa por causa do petróleo, os clientes sumiram. Turistas estrangeiros são em número inexpressivo.
Em Sulaymaniyah, também chamada de Slêmanî, com uma população de um milhão habitantes sendo a segunda maior cidade do Kurdistan, está o prisão museu Amna Sukara onde no regime de Sadam Hussein houveram as torturas, as mais macabras imagináveis . A prisão foi desenhado por alemães. O massacre por tortura, sepultamento vivo ou morte por gás foi a maior atrocidade do governo Hussein. Foram queimadas 4500 vilas e 182.000 foram as vítimas. A história se repete, por incrível que pareça.
O cemitério onde estão os túmulos com 1500 corpos de Kurds, outros com 480 mortos pelo uso de bombas com gás venenoso mortal demonstra em história recente . O bombardeio químico ocorreu em 16 de março de 1988 às 10h45 da manhã.
O memorial para os que pereceram neste ataque químico, está na cidade de Halabja, fotos, nomes por família , recordes de jornais e os certificados de óbito de Sadam Hussein, seus dois filhos mortos em Mosul. A corda original usada para enforcar Sadam está em uma cristaleira junto com a caneta do juiz que o sentenciou e máquina de escrever usada no julgamento.
Erbil, a capital do Kurdistan , com população de 2 milhões de habitantes. A arquelogia determinou que existiam povoados aqui em 6000 B.C., tornando a cidade também uma das mais antigas continuamente povoada. Varias antigos e modernos impérios deixaram aqui suas marcas:Babylonians, Assyrian, Persians, Greeks, e o império Romano.-A cidade antiga, The Citadel of Erbil, e esta parte acredita-se a mais antiga constantemente povoada.
E enquanto estava aqui, outubro de 2017, a cidade de Kirkuk, com enormes reservas de petróleo e refinarias, foi retomada e as forças do Iraque estavam chegando até a fronteira com a cidade de Erbil, capital, para onde estávamos nos dirigindo, porém bem ao sul, uns 20 km de Erbil, ainda bem. É resultado do conflito interno pela independência do território do Kurdistan. Necessário registrar que todo trajeto que fiz de carro, somente vi terras áridas, rios secos. Diz-se que aqui em qualquer lugar que se cavar se acha três coisas: artefatos de civilizações passadas, ossadas dos enterros massivos das guerras e petróleo. E o petróleo é portanto a única fonte do governo e o principal motivo de conflito. Não existem outros impostos que o cidadão paga , além de um símbolo IPTU.
Na visita a uma antiga estalagem, caravançarai , fui convidado de imediato pelos senhores que estavam ali jogando dominó, a tomar chá. Curiosamente um dos Kurds, falava alemão, pois passou um Templo na Alemanha. São muito hospitaleiros, alegres e felizes em sua expressão com a vida que levam.
Yazidis. É uma religião que tem suas origens na antiga Mesopotâmia e é uma minoria aqui no Kurdistan. São aproximadamente 1,2 milhões sendo mais da metade no Iran. É uma combinação do zoroastrismo, islamismo, cristianismo e judaísmo. Recentemente, em 2014 foram perseguidos pelos Estado Islâmico (ISIS) e está perseguição resultou em 5000 mortos e as mulheres foram tornadas escravas sexuais. Isto aconteceu no campo de refugiados Ain Sifni.A sede do grupo é em Lalish no Kurdistan, cidade que visitei e o Templo principal dos Yazidis. Usam o pavão como símbolo ( Peacock). Uma reunião anual na Heptada sagrada , com o sacrifico de um boi.
Lalish é uma vila nas montanhas no norte do Iraque no Território do Kurdistan, na municipalidade de Duhok, próximo da Mosul. Ali está o Templo da religião Yazidi em forma de cone e a tumba de Sheik Adi, o profeta da era moderna do ano 1281.
O cristianismo continua presente aqui mesmo depois da ocupação islâmica. Em minoria , é claro. A igreja Chaldeans, Chaldean Catholics. O monastério -Rabban Hormizd Monastery-fundado por Hormizd, ou Santo Hormizd em 640 D.C., nas montanhas de Algosh, inicialmente cavernas e sob estas um enorme convento, inativo atualmente. O Patriarca da Babilônia , este é o título do chefe desta Igreja , com sede em Bagdá. O atual Patriarca reside em Mosul . A igreja está em comunhão com a Holy See, ou seja a igreja do Vaticano. Varias outras igrejas estão aqui em Algosh com pinturas de passagens bíblicas nas paredes externas.
O campo de refugiados Na municipalidade de Sharia abriga milhares de foragidos do radicalismo do Estado Islâmico, ISIS. Estão nas tendas, providas pela Nações Unidas, governo local, já por três anos esperando poder voltar e continuar suas vidas de forma normal. Favelas no Brasil, campo de refugiados ano Kurdistan.
Finalizando este relato registro que no dia 20 de outubro de 2017estando em Erbil com hotel reservado, o grupo foi aconselhado a deixar a cidade porque as forças militares do Iraque estavam a 20km da capital e assim aconteceu. Saímos as 10horas da noite em direção à Dohuk já em direção à fronteira da Turquia. Para mim foi somente uma aventura. Para os Kurds é um constante stress. A maioria da população já teve que se mudar de residência por conflitos e guerras.
Kurdistan, que passa longe do radar da maioria dos turistas. Um lugar histórico, bíblico, da região da Mesopotâmia, com um povo hospitaleiro.
Por quê? Porque tudo é uma questão de atitude e porque conhecer outras civilizações ajuda a responder de onde viemos, porque estamos aqui e para onde vamos.

fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERM3RfdG1YY0pFZHc
HANS, Marcos
Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.
Commercial real estate developer and a Happy World Traveller
Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil
Grand Representative near Grand Lodge of India.
Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM.
See curriculum. http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Iran – Esfahan October 2017

Iran – Esfahan October 2017
Isfahan é a capital da província de Isfahan. Entre os anos de 1592 e 1722 foi a capital do império persa. O nome Isfahan significa meio mundo. Esqueça Paris , Esfahan é a pérola da Ásia Central e é a cidade mais bonita do mundo. Praças enormes e prédios cobertos com mosaicos coloridos.
No trajeto entre Shiraz e Esfahan, 480 km, a paisagem é desértica. A terra para agricultura precisa ser irrigada. A paisagem é toda marrom. Pouquíssimas árvores.Portanto se formam oásis, criados pelo homem . Grande parte , ou seja mais de 60% do Iran é desértica. O Norte tem mais verde com florestas na costa do Mar Cáspio e ao sul no golfo Pérsico.
A mesquita -Sheikh Lotfollah e o a ponte Khajou Bridge , com 33 arcos, 400 anos, são algumas das atrações da cidade. A ponte atualmente está sob um rio seco na maior parte do ano. A represa é normalmente aberta uma vez por ano por um mês, por conta da seca que atualmente atinge o Iran .Mas a atração turística e arquitetônica continua viva e é um ponto de encontro popular.
A praça principal, Nahsh-e-jahan , uma das maiores do mundo, contém duas mesquitas, consideradas as mais belas do Iran ,sendo que uma era usada pela realeza da época e tem uma passagem subterrânea desde o palácio , de seis andares, do outro lado da praça. Ao redor da praça atualmente funciona uma bazar cuja diversidade não tem fim. A influência da Mongólia na arquitetura arredondada das cúpulas, portas e janelas é visível e o mundo árabe e persa incorporam isto em sua arquitetura. Na sua concepção a praça era usada para a prática do esporte eqüestre Polo, que foi concebido na Pérsia.
A fé Baha’i, afirma que o último profeta não foi Mohammed dos muçulmanos. mas sim o profeta 1819 – 1850)Mirza Ali Muhammad era descendente do Profeta Muhammad, e nasceu em Shiráz, no sul da Pérsia (atual Irã), em 20 de outubro de 1819 A.D..que nasceu em Shiraz – Iran e iniciou esta religião aqui que atualmente tem sua sede em Haifa, Israel.
Desde 1979 quando da revolução e fundação da República islâmica do Iran, o país sofre com sanções impostas pelo conselho das Nações Unidas. Já fazem quase 40 anos que aqui não existem transações de cartão de crédito e nenhum cidadão portanto pode usar esta facilidade fora ou dentro do país. A alternativa tem sido usar contas nos Emirados Árabes para poder atender clientes. Bebidas alcoólicas que eram livres, desde a revolução são proibidas, porém a maioria das famílias compra no mercado negro e somente consome em casa.
Um exemplo específico é uma loja e produtora de tapetes persas, que são renomados por sua qualidade e material puro. Antes da revolução era uma rede de lojas. Ficaram somente com duas, uma em Esfahan e outra nos Estados Unidos. Quando do atentado de 11 de setembro, a vendas da loja nos USA despencou. O nome da loja Iranian Hand Made Carpets. Com a associação dos terroristas com o mundo islâmico o negócio faliu. E mais recentemente os USA não certificaram o acordo nuclear o que continua prejudicando os negócios. São os governos atrapalhando o progresso e felicidade das pessoas.
Um item fora do contexto foi visitar uma torre , de mais de 300 anos, preparada para os pássaros, especialmente os pombos, pois ali coletavam material fertilizante para a agricultura. Um método da antiguidade que poderia ser revivida.
Concluindo está viagem aventura ao Iran, necessário repetir e registrar que o povo, as pessoas são amáveis, cordiais, receptivas, fazem contato com os visitantes pois são facilmente identificados, sempre passando a mensagem de boas vindas ao país. E o ortodoxia está no governo que abertamente faz apologia contra Israel, Estados Unidos, mesmo precisando deles para sair da situação engessada que o país está.
Necessário registrar, que demonstrações com cartazes, mísseis de plástico, cartazes, grandes painéis luminosos e passeatas com o título Queda aos Estados Unidos, queda para Israel, queda para Ala Saud, O reinado da Arábia Saudita , down USA, down Israel , down of Ala Saud da Arábia Saudita é constante . É um paradoxo.

Iran, antiga Pérsia, país com 4000 anos de história. Conquistado várias vezes. Teve portanto várias religiões e tipos de governo. Na atualidade o estereótipo do povo Iraniano é um tanto negativo frente a um mundo democrático. Aqui a opção é restrita por ser uma teocracia islâmica e o governo é antropomórfico baseado em seus dois líderes religiosos desde a revolução de 1979. É uma ditadura religiosa. No governo do presidente Almanedijad foi criado uma polícia para advertir as mulheres que não cobriam sua cabeça e seu corpo. Por outro lado, quando em contato com as pessoas, o que é muito fácil, se percebe bondade, alegria, felicidade, desprendimento e religiosidade. Porém, assim como no Brasil, que tem um povo é gente maravilhosa, cada povo tem o governo que escolheu e deixou chegar no poder e na maioria das vezes fica preso em um círculo vicioso por décadas.
Somente para registro: Rússia e China são os principais parceiros do Iran. Rússia e China são os principais parceiros da DPRK.
Os jovens, em sua maioria não aprovam o governo radical religioso. É por isto alguma mudança está por acontecer. É a esperança. Somente sete países no mundo tem governos religiosos , a saber: Afghanistan, Iran, Mauritânia, Saudi Arabia, Sudam, Yemen e o Vaticano.
O que é certo, errado, adequado? Provavelmente não existe resposta. Cada povo, etnia, raça, cada grupo de pessoas vai escolhendo seu caminho como o foi nas civilizações conhecidas do passado e muitas não chegaram a uma conclusão, sucumbiram, foram incorporadas ao outros.
Assim como os Imperadores Chineses acordaram é a China na atualidade é o que é. Que os reis do passado acordem e em nome do Rei dos Reis, Ciro O Grande, que as mudanças sejam para a prosperidade e felicidade das pessoas.
Portanto, decidir o que fazer com o tempo que resta para cada um é a decisão mais importante a cada dia.
Por quê? Porque tudo é uma questão de aturde, porque é mais tarde do que você pensa é porque a chance de mudar o rumo do status quo diminui para cada um na medida que o tempo avança.
– Seja feliz, em casa ou viajando. Eu escolhi os dois.
—-fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERM3BoUVZ3SWVQMFE
HANS, Marcos
Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.
Commercial real estate developer and a Happy World Traveller
Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil
Grand Representative near Grand Lodge of India.
Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM.
See curriculum. http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share

Iran – Shiraz – Persepolis-Pasagard-Província de Fars. October 2017

Iran – Shiraz – Persepolis-Pasagard-Província de Fars. October 2017

Shiraz, antiga capital do Iran, durante a Dinastia Zang, com população de 1,9 milhões. Cidade dos Poetas, dos Jardins, das Flores e cidade Cultural do Iran. São 4000 mil anos de história. O castelo Karim Khan, lembra um forte da idade média , é uma cidadela que hoje está no centro de Shiraz e uma das principais atrações. Construído como residência por Karim Khan, serviu depois como prédio para o governo, prisão e atualmente um Museo protegido pela Unesco. Famosa pelo poeta Hafez, (1315-1390). Recebeu este título por sua habilidade incomum . Aos oito anos já tinha decorado todo o livro sagrado Alcorão. Visitei o local de seu túmulo no dia do aniversário de morte. Parecia que toda a cidade veio prestar homenagens. Seus poemas versam sobre misticismo, sufismo.
Um esporte que data de 700 anos, Zoorkhaneh, criado para treinar soldados persas para as guerras, continua vivo e ao ver uma sessão que é praticada em um ringue , onde vários atletas juntos praticam em conjunto sob o comando de música e tambores, apoios, levantando peças de madeiras para treinar os braços, danças circulares sobre o corpo, como os Sufis Dervish na Turquia. A conclusão foi imediata: as academias atuais copiaram da antiguidade os vários exercícios e os adaptaram, como body combat, zumba, cross fit. Registrado na Unesco como esporte tradicional de ginástica. Envolve princípios de zoroastrismo, mitraismo, gnosticismo e elementos de cultura pré islâmica persa. Uma experiência somente do Iran.
O bazar , no centro da cidade, enorme, variado. Os bazares do mundo islâmico são uma experiência de comércio a moda antiga. Em São Paulo, a rua primeiro de março, no Rio de Janeiro o Saara, no Cairo o Khan El Khalili são exemplos e praticamente em todo mundo tem os comércios populares, os brechós, os shopping de rua, em barracas. Os do Iran, transportam o visitante para época dos viajantes de camelo, de cavalo, pois os prédios e locais são antigos como o tipo de mercadoria, que mantém o tradicional junto com o moderno Made In China.
Shiraz lembra espécie de uva para vinho. Pois aqui existiam vinícolas que foram extintas pois atualmente o consumo de álcool é proibido. É por ser proibido, é contrabandeado das mais diversas formas . Nos mercados tem somente cerveja com O% de álcool, como a Holzstein da Alemanha. Portanto, chá, água e bebidas de frutas gaseificadas das mais diversas. O Jardim Eram, com 900 anos é um dos jardins Patrimônio da Humanidade pela Unesco.
Persépolis , a 60 km de Shiraz é a surpresa. São ruínas remanescentes do maior Império até então, ou seja até 330 A.C. Foi Ciro, O Grande que início este Império, em 550 AC, que teve dez monarcas, 34 Estados com seus respectivos governadores. A dinastia Achaemenids que iniciou este Império. Persépolis, uma das capitais, foi fundado é construída em um platô, por Darius O Grande. Seu filho Xerxes contínuo a obra e outros reis seguiram até que foi vencido, após seis meses de resistência por Alexandre o Grande, que colocou fogo em tudo. Eram sete palácios e três monumentos. Atualmente as ruínas , algumas bem conservadas, mostram como foi grandioso esta cidade, sendo na época a cidade mais rica da terra.
Em Persépolis, ao lado das ruínas, em 1972 foi realizado a festa mais cara do mundo, quando então Monarca Sha Reza Palavi convidou os dirigentes mundiais, presidentes, monarcas, primeiro ministros, para comemorar os 2500 de monarquia na região do Iran. Foi montado uma estrutura com barracas para receber os convidados, pois a área fica atualmente em um deserto. A ironia foi que 7 anos depois ele , O Reza Palevi, teve que fugir por conta revolução que fundou a República Islâmica em 1979. Um documentário registrou este evento.
E ali, ao lado de Persépolis, nas montanhas rochosas está Necrópoles, onde vários reis estão enterrados entre os quais Darius o Grande e seu filho Xerxes. As tumbas foram entalhas em enormes rochas , com tamanho de um edifício de 5 andares e entalhes em relevo contando feitos e batalhas.
A mesquita Nasir ol Mulk , conhecida como mesquita rosa, pois reflete ao interior de um dos salões através dos vitrais, cores mágicas e divinas, proporcionando uma imagem do céu aqui na terra. Muito bonito. A mesquita data de 1876. Os mosaicos tendo flores como motivo principal e tornam a mesquita colorida em um ambiente próprio para as preces e meditação, o que, aliás é o objetivo de todos os templos.
– “Os irmãos Komeini , que estrelaram o filme em 1979, A Revolução, tem suas fotos em todos os lugares. Mesquitas, Lojas, prédios públicos e em grandes cartazes nas ruas. “ São os líderes supremos , o primeiro Imam Komeini, em 1979 quando da fundação da República Islâmica e seu sucessor em 1989 Yatolla Khameini. A religião aqui é o Estado.
Um ultimo item sobre Shiraz— A fé Baha’i, afirma que o último profeta não foi Mohammed dos muçulmanos. mas sim o profeta Mirza Ali Muhammad (1819 – 1850) que nasceu em Shiráz, no sul da Pérsia (atual Irã). E que atualmente tem sua sede em Haifa, Israel
Pasargad– Aqui jaz Cyrus the Great. Aqui descansa Ciro o Grande. Ele foi o Rei dos Reis. Aqui está seu túmulo, quase intacto. Foi morto na batalha contra os Babilônios. Ele fundou Pasargad que foi a primeira capital do grande império. Quando Alexandre também o Grande , finalmente conquistou a área, mandou destruir tudo. Quando o general com a missão de destruir chegou ao túmulo, encontrou dentro um sarcófago de ouro e uma inscrição : I am Cyrus the Great,king of Pérsia, dont destroy this tomb. Eu sou Ciro o Grande. Rei da Pérsia não destrua este túmulo. Ainda sobre Ciro o Grande. Foi encontrado em 1875, na Babilônia, hoje parte do Iran o cilindro de Ciro, the Cyrus Cilinder onde em idioma cuneiforme estava a primeira declaração de direitos humanos, pois em seu império não tinha escravos, todos eram pagos, tinha licença maternidade, etc. O cilindro atualmente se encontra no museu do Louvre.
Parece tão distante. Parece zona de guerra, são muçulmanos extremistas, isto se diz do Iran. Isto é somente falta de informações. O Iran impressiona por sua história, seu povo gentil, simples e hospitaleiro. Por sua arquitetura colorida, por seu sistema de governo religioso,
Salam Aleikum.
– fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERM3BoUVZ3SWVQMFE

HANS, Marcos
Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.
Commercial real estate developer and a Happy World Traveller
Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil
Grand Representative near Grand Lodge of India.
Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM.
See curriculum. http://www.sejalider.com.br/?p=4243

 

 

 

Share

Iran -Persia – October 2017 Teheran, Shiraz, Persepolis, Esfahan

Iran -Persia – October 2017
Teheran, Shiraz, Persepolis, Esfahan,

A “ Islamic Republic of Iran “, Iran, Persia até 1935, parte da Mesopotânia, (região histórica entre os rios Tigre e Eufrates)atualmente com 80 milhões de habitantes. No centro da Eurásia, capital Tehran, 9 milhões ,maior cidade tanto econômica e culturalmente. Idioma oficial , persian. Sistema de governo: republica islâmica , na pratica Republica Teocrática, com presidente sujeitado ao supremo líder religioso, atualmente Ali Khamenei desde 1989. A região data de 678 antes de Cristo, fazendo parte das histórias de livros sagrados. República islâmica desde 1979 com a saída forcada do último Monarca Mohammadreza Pahvali, ou Sha Reza Palevi (79 anos na época e pilotou o próprio avião até o Cairo) pela revolução. Atualmente seu filho de 50 anos comanda a oposição morando nos Estados Unidos.
Aqui nasceu uma das mais antigas civilizações , o Reinado Elamite, que atingiu o auge com Cyrus the Great, Ciro o Grande. História recente , guerra entre Iran e Iraque, o presidente conservador Mahmound Ahmadinejad, amigo interesseiro de um presidente brasileiro e recentemente o acordo nuclear com os USA e Países europeus em parte contestado pelo atual presidente Trump.
Gás e petróleo são as maiores riquezas. A religião Islâmica da corrente Shia é predominante e se confunde com o Estado, ou seja o líder supremo está no cargo até sua morte e é o segundo desde a fundação da república islâmica. O primeiro foi Iman Ruhollah Mūsavi Khomeini. Atualmente o aeroporto principal do país em Teheran tem seu nome.
A mais controversa oposição ao chamado imperialismo vi em enormes cartazes eletrônicos públicos com dizeres: abaixo os Estados Unidos e Israel. Isto se deve principalmente porque o governo é religioso, islâmico e este tem estas posições . Uma frase do fundador da república, o Komeini, também em cartazes eletrônicos enormes : “Nós declaramos que a república islâmica. Suporta todos os muçulmanos tolerantes de todo o mundo.” É outra frase do atual líder supremo , Khameini(os nomes são parecidos): O inteligente e bravo povo do Irã tem o principal papel na civilização global.” O que é um muçulmano tolerante? O que é um cristão tolerante? O que é papel principal?
O contato com as pessoas é muito gentil e prestativo, ajudando e indicando endereços e informações prontamente. Um senhor após puxar conversa, saber de país de origem, tirar fotos, falar de futebol, ofereceu sua casa para ficar por um ou mais meses caso quisesse voltar. As escolas de primeiro graus são segregadas, meninos e meninas em separado. O idioma dos imperialistas é ensinado desde o início dos estudos. As mulheres e crianças todas com o cabelo e cabeça cobertos. A maioria das mulheres adultas em traje todo preto, porém existe liberdade para outras cores. Muitas motocicletas, a maioria com parabrisa protetor e muitas com um telhado.
O calendário Solar Hijri (SH), que conta os anos e dias de forma diversa do calendário Gregoriano , marca o início do ano em 2017 em 21 de março. No dia que cheguei aqui a data era
1396-07-17. O ano é a contagem do início da peregrinação do profeta. Na identidade dos Iranianos consta a data de nascimento do calendário Solar.
A embaixada americana invadida em 1979 Hoje um museu, conta a história daquele período. O filme Argo retrata o episódio.
A Cidade tem um tráfico muito intenso e congestionamentos fazem parte do dia dia. As construções em geral são velhas, carros antigos. A cidade é cercada por montanhas onde se vê o gelo do inverno anterior. No inverno a temperatura chega a menos 15C. Em vôo se avista a enorme área desértica.
O mausoléu de Khomeini, o fundador da república, ao sul da cidade de Teheran é enorme. Parece mais um parque de diversão quando visto de longe com os quatro enormes minaretes e as cúpulas das mesquitas. O local reservado quando terminar o complexo são 20km2. O salão onde está o sarcófago é muito grande, ornamentado ricamente, o chão coberto com tapetes, ar condicionado e revista individual rigorosa para entrar. Na entrada, enormes posters com a foto de Khomeini é seu filho que também está sepultado aqui, e outra do atual Líder Supremo. É um centro de estudos de islamismo, tem um shopping Center, uma estação do metrô e muitas lojas e restaurantes adjacentes além de lugar para os peregrinos acampar. É manter acessa a chama da revolução , do islamismo, da república islâmica do Iran. O mesmo conceito foi a de Lenin com seu corpo embalsamado. Também de Ho Chi Ming no Vietnam e Kim Jon Il e filho na Coréia do Norte entre outros. O maior exemplo de todos está nas religiões. Cristianismo por exemplo, com a figura de Jesus Cristo e os subsequentes papas.
É ali perto está um dos cemitérios de mártires da guerra contra o Iraque e também o primeiro tanque de guerra capturado pelo Iran.. Foram oito anos de guerras, o resto é história recente com a queda do regime de Saram Hussein.
É perto do aeroporto doméstico, está a torre AZADI. Uma estrutura com um arquitetura e desenho do mesmo arquiteto que desenhou o monumento lotus da fé Baha’i na Índia. Símbolo da cidade junto com a torre de TV.
Muito se fala e se vê nas notícias sobre a Ásia Central e o Iran em especial por causa do seu governo Teocrático. Posso concluir que não são as pessoas ,a população em geral, mas sim posições de governo, fundamentadas na religião, em nome de Alá, que produz a imagem negativa que se tem do mundo islâmico e por causa de inúmeros atentados praticados em nome de Alá.
Das civilizações proeminentes do passado ao extremismo religioso , o Iran, antiga Pérsia, viveu a glória no passado e vive um papel de controvérsia na atualidade. É preciso visitar para compreender melhor.
Porque ? Porque tudo é uma questão de atitude. Porque é mais tarde do que você pensa. Não existe caminho certo para a Felicidade , mas tudo pode começar com mais uma viajem.
Salam Aleikum
-fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERM3AyVm0yZWJSbTg

HANS, Marcos
Writer, Speaker, Administrator, Personal and Executive Coach ICI Integrated Coaching Institute.
Commercial real estate developer and a Happy World Traveller
Past Grand Secretary of Foreign Affairs- Grand Lodge of Rio Grande do Sul – Brazil
Grand Representative near Grand Lodge of India.
Past Master,33,MRA,SEM,Kt.Pr., FRC,Shriner, Potentate 2018 Hikmat Temple, SRCF VII, TOM.
See curriculum. http://www.sejalider.com.br/?p=4243

Share