Arquivo mensal maio 2017

Japan – Okinawa Island – may 2017

IMG_2460
Japan – Okinawa Island – may 2017
– Okinawa , ou as ilhas de Okinawa, sendo está a maior, tem uma população total de 1,3 milhões de Habitantes. O Japão tem um total de 127 milhões. Aqui, parece ser outro Japão. E é. Explico. A ilha foi um Reinado, The Ryukyu Kingdom até 1906 e na época da expansão do Japão, conquistada e assim permaneceu até o fim da segunda guerra, em 1945. Neste episódio com um tratado e contrato a favor dos americanos as ilhas eram americanas até 1972 ou seja 27 anos. Neste período, além da cultura , até o lado de dirigir foi mudado. Em 1972 mudou e os japoneses receberam parte das ilhas de volta e rapidamente a cultura retornou. Mudaram o lado de dirigir , somente como exemplo e tudo o que envolve uma mudança dessas.
– O palácio do Reinado Ryukyu , reconstruído pois foi quase todo destruído durante a guerra de Okinawa, hoje conta a história do início da povoação desta ilha e a Unesco declarou o patrimônio cultural da humanidade.
– Aqui parece outro Japão. Contínuo explicando. Minha impressão foi que estava chegando no Hawai. Depois descobri que eles mesmos fazem está comparação. Por causa do clima, por causa dos produtos , como abacaxi, cana de açúcar e frutas tropicais e por causa do clima, a maneira mais relaxada de se vestir e de se comportar, embora a educação e gentileza no trato, no trânsito, continua japonês. Camisas e roupas floreadas ao estilo havaiano nas vitrines e nos japoneses andando na rua. Muitos imigrantes trabalhando. Filipinos, Nepaleses, Taiwaneses , Colombianos.
– Aqui parece outro Japão , porque ainda a cultura americana está presente , porque mais da metade (66%)das bases militares que os USA possuem estão na ilha de Okinawa ou seja 33 bases, com um total aproximado de 30.000 soldados das diversas infantarias. E o contrato favorável aos USA desde 1945 exige contribuição financeira do Japão para manutenção das bases. Falei com vários soldados que estavam no centro de Naha em seus dias de folga. A localização é estratégica desde o fim da segunda guerra porque cobre todo a Ásia. A temperatura nunca baixa de 10 C, portanto não precisa tempo para aquecer os motores dos jatos. Os USA são o que são e continuarão a ser por um bom tempo porque o que um faz , líder, general, presidente, não é para o momento, mas sim para o momento e para o futuro longínquo. O tratado foi em 1945 e quem o providenciou já foi para o além mas os resultados continuam.
– O Aquário Okinawa Churaumi, atualmente o terceiro maior do mundo , pois foi primeiro até a construção do aquário de Geórgia, atualmente o maior e o do shopping de Dubai. É impressionante e a baleia tubarão (whale sharks) é o maior desta espécie. Enche o Aquário. É enorme. O parque onde está o Aquário, Ocean Expo Park, foi construído para a expo de 1975 para comemorar o retorno das ilhas , pois em 1972 USA devolveu as ilhas ao Japão. Em 1985 aconteceu outra Expo ou exposição Mundial aqui em Tsukuba, a qual atendi como convidado da Yamaha.
-O Ryukyu Mura Park, onde a tradição continua em exposição, como shows artísticos como o estilo Eisa, a fabricação de doces com melado de cana, com batata doce e artesanato, conta a história do passado.
-O Parque Memorial da Paz, Prefecture Peace Memorial Museum, construído para registrar e lembrar os mais de 200 mil que morreram na batalha de Okinawa. A última do Japão, que na era expansionista e de enriquecer o país, com uma exército forte, que durou desde 1931 até 1945 quando tudo mudou. Foi a batalha mais sangrenta de todas. Um tufão de aço, assim batizado pelas muitas bombas usadas na batalha. Atualmente o Japão não tem exército. Tem acordo com USA.
– O monumento a Himeyuri, na prefeitura de Itoman está dedicado aos estudantes (220) e professores(16) que morreram porque estavam escondidos em cavernas naturais da região. Um dia por ordem , os soldados americanos tiraram todos das cavernas e as crianças que não queriam ser descobertas não responderam ao chamado e os soldados achando que estava vazia jogaram bombas na caverna. Cinco crianças sobreviveram. Atualmente um peregrinação de estudantes e turistas vem prestar homenagem.
– Cavernas com estalactites e estalaguimites existem pelo mundo. Já visitei no Mato Grosso, na Coreia do Norte. A maior está no Estado de Kentucky com mais de 600 km. Aqui a Limestone Cave ,no Okinawa World Culture Kingdom, Gyokusendo Cave, com cinco quilômetros sendo 980 aberto ao público tem sua diferença. Por ser no Japão, tem estrutura de ferro com proteção para os pedestres e na saída uma escada rolante para levar à superfície. Japão é outro nível de turismo.
– O Shopping Center, O Noen Mall , na cidade de Okinawa, ( a ilha também é chamada de Okinawa) a uma hora de ônibus de Naha, e muito moderno, grande, com um lindo aquário e pode se comparar aos dos Emirados Árabes. Ônibus com estação dentro do complexo .Olhe no mapa onde está o Japão, depois Okinawa, parece o fim do mundo. No sul do Sul dos oceanos e entretanto moderno, japonês, desenvolvido, com cerca de 25 tufões por anos, continua estrategicamente importante para o mundo por causa das bases militares dos USA.
– Sobre comida. Se você está lendo o texto e vai tirar tempo para olhar algumas fotos, perceba as fotos das vitrines dos restaurantes. Ou as fotos são muito atrativas e ou em quase todos os restaurantes tem uma vitrine com os pratos expostos, feitos de plástico, que parecem tão reais como se fossem feitos na hora.

– Japão é um dos poucos países onde se pode tomar água na torneira em qualquer lugar. É o país com maior número de máquinas automáticas de vender bebidas, comidas etc…(vending machines), estão em todos os lugares assim como os mini mercados, family mart, seven eleven, Lawson.

– Ah…. como fui e voltei. Está é a parte mais simples. Sai do meu escritório em Montenegro a pé até a rodoviária , ônibus até Porto Alegre, metrô até estação aeroporto, trem coaster até terminal aéreo, São Paulo, Frankfurt com Boeing 747 da Lufthansa , Seoul com Airbus A380 , no segundo andar. Depois até Taipei com triple 777. Depois Tokyo com ANA. Um voo interno com uma LCC (low cost comoany) -Vanila – de Tokyo até Naha em Okinawa e finalmente de Tokyo para Toronto e Toronto São Paulo ambos pela Canada Airlines com o B787 e São Paulo Porto Alegre com Avianca. A única mordomia foi carona de Porto Alegre até Montenegro ( Rejane veio me buscar). Sem contar com horas de espera nos aeroportos, sempre nos lounges da Star Alliance, com direito, comida, bebida e banho.Ser turista semi profissional cansa. Para constar, os dois aviões mais modernos na atualidade o A380 e B787 são máquinas incríveis. O que importa além do destino é a viagem.
– Finalizo este roteiro de 30 dias , passando por Seoul, Taipei e diversas cidades do Japão , finalizando nas ilhas de Okinawa ao sul do Sul do mundo, que parece mais um Hawai do que Japão, que valeu a pena. Serviu para reforçar minha a frase : “somos necessários aqui e agora, dispensáveis depois e no além.” Portanto, faça o que deve e o que você pode fazer agora pois que planos você poderá fazer em sua cadeira de balanço ou sofá, quando seus x joelhos não aguentarem mais ou que planos você poderá fazer quando estiver sete palmos abaixo da terra ou ter virado pó e retornado a natureza?
– Por quê? Porque tudo é uma questão de atitude.
Fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERM001aHZRanNIcGc
Marcos Hans
Traveller
May 2017
Naha- Okinawa – Japan

Share

Japan – may 2017 (II) – Tokyo -Matsumoto -Takayama- Kanazawa-Hiroshima – Kurashiki- Kyoto – Okinawa

IMG_0206Japan – may 2017 (II)
Tokyo -Matsumoto -Takayama- Kanazawa-Hiroshima – Kurashiki- Kyoto – Nara -Okinawa

-A terra do sol nascente, o Japão , misterioso , exclusivo, destruído pelas bombas atômicas (duas cidades)pois não se rendeu aos aliados sem este episódio. Reconstruído e com filosofia de paz no governo e no povo. Tradição preservada nas vestimentas, na comida, no trato com as pessoas, no estilo de vida apesar da influência ocidental com redes de fast food, filmes de Hollywood. É claro, os jovens mais suscetíveis a está influência, portanto o futuro vai dizer o resultado da globalização de informações e de culturas.
-Em direção a Kanazawa , o segundo túnel mais longo do mundo , 18,2km , além de muitos outros menores, mostra a infraestrutura rodoviária moderna do arquipélago. Não vi nenhum buraco em estradas, tão pouco sujeiras. A propósito, são raros os lugares onde tem lixeiras. Cada um cuida do seu lixo. Kanazawa na costa do Japão, mantém um dos jardins públicos mais bonitos do país, o Kenrokuen Gardens(preparado de 1603 até 1868 quando foi aberto ao público) É uma das cidades tradicionais mais bem conservada. Assim como Kioto, os monumentos foram preservados pelas forças aliadas da segunda guerra.
-Hiroshima . ( hoje 1,2 milhões, na época da bomba atômica 300 mil, 140mil morreram ), Remete a segunda guerra, bomba atômica em 1945. O museu da paz , dedicado às vítimas da A-bomb. O museu conta a história e como o Japão foi atacado desta forma sem ter sido informado sobre uma nova arma . O parque da paz, o único prédio que foi deixado é a lembrança para Hiroshimas nunca mais. A ilha Miyajima, uma tradicional comunidade e a Itsukushima Shrine , cujo portão flutuante é uma das mais icônicas vistas do Japão. O Disho-in Buddhist Temple, no meio da floresta, impressiona pela paz e pelos ensinamentos e eu transcrevo um: “Contamos a idade por anos e os anos por dias, por exemplo em uma vida de 80 anos, convertidos em dias, são 29200 dias, portanto cuidado com cada dia.” O fabricante de carros Mazda tem sua sede aqui. O trem bala de Osaka para Hiroshima alcança facilmente 300km/h. Luxuoso, silencioso, rápido e todos os anúncios em inglês também.
– Sobre comportamento e vestimentas. Estive agora em várias cidades, pequenas, grandes, várias estações de trem, de ônibus e o comportamento ordeiro é normal. A vestimenta parece ser sempre de domingo. Ver mulheres bem vestidas, de bicicleta, homens de terno de bicicleta , crianças de bicicleta sozinhas e crianças sozinhas nas estações de trem indo ou vindo das escolas é do dia a dia. Aliás, terno parece ser uniforme. Trabalhadores de indústrias, do mercado público sempre vistidos com uniforme, luvas. Motoristas de táxi com luvas branca e quepe é o normal. O respeito ao trânsito, ao pedestre, as bicicletas é recíproco. O pedestre não atravessa faixa sem sinal fechado mesmo sem carros. Isto é Japão. Diferente de tudo que vi na Ásia.
-Kurashiki. Cidade pequena onde a tradição da era EDO está conservada na arquitetura e ruas com os canais construídos para trazer e levar arroz sobre a água, que na época era como dinheiro e hoje um dos produtos mais consumidos do Japão e na Ásia. Muitas casas de madeira estão conservadas e hoje são lojas comerciais. As vestimentas japonesas aqui são feitas com jeans, portanto de cor azul. Uma rota para bicicletas passando pelas plantações de arroz demonstra a utilização total do solo.
– O Japão é um país pronto a muito tempo. Tem o povo mais educado e estudado deste planeta. Desde o fim da segunda guerra, desde a rendição, a paz, a tecnologia, a educação, a valorização do professor tomou conta do país. Aqui estão os melhores trens(300km/h), as melhores câmeras, os telefones que competem com os americanos, os carros que competem com os alemães, as melhores estradas, a agricultura mais produtiva, a indústria que deu exemplo ao mundo, o povo mais educado, mais organizado , o trânsito mais humanizado, o maior cuidado com é integração com a natureza, o meio ambiente, os melhores banheiros , pois os vasos sanitários são de uma funcionalidade de vanguarda. Este é o Japão. Venha conhecer também.
-Kioto. Antiga cidade imperial. É a cidade mais importante em termos de cultura no Japão. Foi a capital por mais de um milênio. Templos, Shrine e jardins., O distrito das Geishas. Preferem ser chamadas de Geico. Atualmente cerca de 2000 Geishas trabalham no Japão sendo cerca de 260 em Kioto. (Já eram mais de 10000).Originário das casas de chá, onde as moças serviam os clientes, acrescentou-se comida é o entretenimento com danças, música, canto, teatralização. Uma Gueisha é aprendiz por quatro anos junto com uma já formada, neste período se chame de Maiko, tem aulas de música, canto , interpretação , não pode se casar e não tem limite de idade de sair da atividade. O bairro em Kioto onde estão as casas de chá, é muito movimentado, turistas ficam à espera no fim do tarde para ver as Gueishas e as Maiko passarem de carro ou a pé para ir trabalhar. São consideradas é tratadas como artistas de cinema, assim como os lutadores de Sumô. Assisti a um show tradicional de cultura japonesa ,onde foi demonstrado a cerimônia do chá, a música com harpa japonesa, preparação de arranjo de flores, dança das gueishas, um ato de humor, tipo trapalhões, dança ao estilo de Kioto é um teatro de boneca.
– A estação de Kioto, é um prédio com arquitetura moderna e com uma escadaria que serve de plateia para auditório. Toda iluminada a noite firmando desenhos. Ao lado com escadas rolantes que levam até o décimo andar, onde tem um jardim e vista para toda a cidade. A torre de Kioto, inaugurada em 1960 junto com o trem bala e as olimpíadas está em frente à estação. Dos 17 monumentos Reconhecidos pela Unesco como patrimônio cultural da Humanidade, visitei o Templo Kyomizu-dera, Templo Budista em uma montanha de onde se uma visão da cidade de Kioto com 1,4 milhões de habitantes. É o Pavilhão de Ouro o Kinkatu-ji , um templo zen budista. Minha primeira viagem internacional foi para o Japão e na época visitei este Templo. Vim agora novamente para rever e agradecer as muitas viagens e coisas positivas em minha vida.
– Em Nara, antiga capital Japão, a uma hora de trem de Kioto está o Todai-ji Templo, todo de madeira , data de 710 A.C., e ali está o maior,Buda de bronze com 49 metros de altura. O prédio é considerado o maior de madeira do mundo.
-Em Kioto tem 1600 templos Budistas é mais de 400 Shire Kintuista. Constatei vários nomes em português em placas e prédios como : banheiro, feliz, ave maria , fortuna. Perguntei. Resposta. Os Portugueses estiveram aqui no século XVI. Faltei nesta aula de história. Recuperei agora. Por isto algumas referências ao português.
– A duas estações de trem de Kioto está a Fushimi Inari-Taisha shrine, cujos mil e tantos Toris, os portões, formam uma unicidade e beleza simétrica que tornou o lugar pelo terceiro ano consecutivo a atração mais visitada de Kioto. De cor laranja, portões para as mais diversas divindades torna o lugar diferente.
– O Japão parece um grande jardim. Os jardim públicos, os jardins dos templos, dos prédios e os jardins pequenos das residências, dos pequenos espaços públicos, faz o Japão parecer um jardim muito bem cuidado.. O cuidado com a natureza, com a limpeza dá a impressão que tudo ficou pronto recentemente. A estação de trem de Kioto, por exemplo tem 20 anos, mas parece que foi inaugurada ontem.
-Sobre educação, descobri que os jovens querem estudar fora do país para aprender o inglês. Aqui, somente a partir dos 13 anos se inicia o estudo de inglês. Era 18 anos. Queiramos ou não, o inglês é e continuará a ser por muito tempo o idioma mundial.

— Ainda em Tokyo no bairro de Shinjuku, a estação com o mesmo nome é a mais movimentada do mundo e está registrada no livro de recordes com uma movimentação de 3.6 milhões de pessoas em um único dia. São centenas de saídas e de plataformas de trens e metrô. Consequentemente as ruas adjacentes são a Time Square da Ásia.

– A terra do sol nascente. Desejo que cada um possa vir aqui e ver como vivem e o que se passa neste lado do mundo, ou neste centro do mundo. Porque a atitude é globalização de conhecimentos e interação das culturas.
Fotos-Japan – https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLXpxZ2FCQjlxOUE
Marcos Hans
Traveller
Kioto- Japan
Maio de 2017

Share

Japan – may 2017 (I)

IMG_0171
Japan – may 2017
– Tokyo -Matsumoto -Takayama- Kanazawa-Hiroshima – Kurashiki- Kyoto – Okinawa
-O Japão , um arquipélago formado por 6842 ilhas, assim como as Filipinas que é formada por 7641 ilhas. São 130 milhões de habitantes sendo 13m em Tokyo na capital. A Grande Tóquio tem 37m de habitantes sendo a mais populosa área urbana do planeta.
-Após ter estado aqui em 1985 pela Yamaha, retorno para visitar outras cidades e o que impressiona ver novamente é a organização nas ruas, no metrô, nas calçadas, nas sinaleiras, nas lojas. O que impressiona são os táxis limpos e brilhosos e motoristas com luvas. O que impressiona é o horário dos trens e metrô. O que impressiona é a precisão de informação quando se pede ajuda. O que impressiona é como o trânsito flui e o respeito ao pedestre que obedece a sinaleira mesmo em uma rua pequena e mesmo sem carros por vir .É a cultura oriental.
– O torneio de Sumô, luta tradicional originada há mais de 1500 por motivos religiosos, atualmente continua sendo disputado como esporte em torneios em Osaka, Fukuoka, Nagoya e em três torneios por ano em Tokyo. Consiste em tirar o oponente do círculo que o espaço da luta. tudo em minutos, a preparação é maior que o clímax, pois quando os atletas se enfrentam um é tirado do tatame em segundos. O estádio estava lotado no dia que fui assistir. É diferente, é pura tradição. Atletas normalmente grandes, gordos e somente usando um tipo de calção.
-Os jardins Hama-rikyu, no centro de Tokyo, contrasta com os prédios por todos os lados. Era o jardim , atualmente um parque, da família Tokugawa Shogun. (1185 em diante)Era um ditador militar, o nome Shogun depois usado como título do cargo mais alto na carreira militar. Também ali no jardim a história de como caçavam patos. Tem até um memorial para os patos que morreram.
– As duas religiões predominantes e praticadas em conjunto por quase todos, são o Budismo(32%) é o Xintuismo(32%). Os Templos Budistas e os lugares sagrados do Xintuismo, ( Shrine)muitas vezes no mesmo complexo, demonstram a tolerância da cultura japonesa. Budismo celebra a alma e a morte. Por isto tem a cerimônia de enterro por exemplo. Baseado nos ensinamentos de Buda. O Xintuismo celebra o aqui e agora. Cerimônias de casamento, nascimento de um filho por exemplo. Para rezar no templo Budista, se junta as mãos e pronto, como no Cristianismo. No Xintuismo, se curva por duas vezes, bate palmas duas vezes, é um sino se presente, reza, e se curva novamente. Antes porém, em cada templo ou Shrine tem um lugar para se purificar. Lava-se a mão esquerda, depois a direita, depois a boca e a se procede. Visitei o templo Sensoji e Shrine Meiji Jingu, este último em homenagem ao imperador Meiji, que morreu em 1912, em uma floresta na região metropolitana de Tóquio.
– Sobre o Xintuismo. Shinto é a antiga e original religião do Japão e está profundamente enraizado na cultura. Não tem fundador, não tem livro sagrado. Valoriza a harmonia com a natureza e virtudes como coração sincero( Magokoro). Divindades Kami, divino espírito em número ilimitado e a gratidão os fazem erguer as Shrine e esta que visitei foi dedicada ao Imperador Meiji Jingu, que é o tataravó do atual Imperador. O budismo no Japão é um ramo do budismo asiático ou seja Amida Budha, que chegou muito depois do Xintuismo.
-Nagano – o templo budista Zenkoji , construído no século VII e a visita a montanha dos macacos são as atrações . Cidade com 380 mil habitantes, parece de brinquedo por ser tão limpa, organizada e quieta. Experiência em acomodação de templo , onde se dorme em tablados de palha, tatame, café da manhã ao estilo japonês vegetariano nas proximidades do templo, foi única. Nagano foi sede dos jogos olímpicos de inverno em 1998.
-Matsumoto. A atração principal é o castelo de madeira , pedra e terra , um dos 12 castelos medievais estilo japonês, que não foram destruídos, sendo tesouro nacional do Japão, construído em 1504. A cultura de banhos públicos , Onsen, difundida nacionalmente se assemelha aos Hammas da cultura Islã, sauna para os europeus e latinos.
-Takayama. Atração principal são os Alpes japoneses, montanhas com gelo, as casas tradicionais de madeira do período Edo, século XVII e XVIII. Famoso pela carne HIDA ou seja gado tratado com comida especial deixando a carne mais vermelha. O rio passa no meio da cidade, limpo e cheio de carpas. Aqui também a sede da nova religião, The World Religion, a Sukio Mahikari Shrine. Seguidores em mais de 100 países , com um templo impressionante. A sede regional da América latina está em São Paulo.

-o Japão tem a fama de receber bem, de ser um povo educadíssimo p, confiável e de paz. Especialmente depois da bombas de Nagasaki e Hiroshima a filosofia de governo , em não ser mais militarizado é o povo absorveu esta orientação e por isto são de paz.
– A terra do sol nascente, porque aqui ele nasce antes é uma experiência cultural que precisa ser vivida . Não basta ler sobre.
– Por quê? Por que está é a atitude correta, viajar, conhecer e se tornar um ser humano melhor e porque é mais tarde que você pensa,

Fotos-https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLXo3LURiWmhmbXc
Marcos Hans
Happy World Traveler
Japão May 2017

 

Share

Taiwan -Taipei may 2017

IMG_0186
Taiwan -Taipei may 2017 or  May of the year 106.
-Taiwan, antes Formosa, oficialmente ROC, Republic of China, mas se considera independente da China e quer oficialmente sua independência. O mesmo acontece com o Tibet. São 24m de habitantes sendo 2.6m na capital Taipei. A China oficialmente se denomina PRC People’s Republic of China comandada pelo partido comunista. O nome Formosa , nome português é porque antes dos holandeses e espanhóis no século XVI, passaram aqui rapidamente os portugueses e batizaram a ilha de Formosa.
– O calendário Minguo, que conta uma nova era desde a criação da República da China em janeiro de 1912. Portanto estão aqui no ano 106. Coincide com o ano Juche da Korea do Norte pois Kim Il-Sung nasceu em 1912.
– A relação atual é como uma guerra fria, depoimento de um guia voluntário no Chang Kai Shek hall. Ele disse se considerar taiwanês embora na sua identidade está ROC República of China, assim como no dinheiro, nas notas fiscais.
– Em um parágrafo: O primeiro presidente deste novo país , Chang Kai-Shek, assim declarado em 1949 , se mudou para Taiwan, na época Formosa, porque criou uma resistência para combater o comunismo . Falhou pois a China contínuo comunista é o resto é conhecido. E atualmente os dois grupos se dizem controlar todo território Chinês, sendo que o PRC People’s Republic of China, que se conhece simplesmente por China, tem maior economia e reconhecimento e apoio dos outros países.
– Aqui, ao contrário da China, a internet é livre. Na China muitos sites e serviços, como facebook são bloqueados necessitando um aplicativo especial para acessar.
– O edifico 101, porque tem 101 andares em formato de bambu, tem 508 metros e o elevador mais rápido do mundo. Construído com proteção contra terremotos e tufões, comuns na região. É impressionante pela arquitetura e faz parte dos 10 mais altos do mundo.
– O memorial ao primeiro presidente, Chang Kai-Shek tem uma similaridade com o monumento de Abraham Lincoln em WA DC. Pois a estátua , sentada em uma poltrona, é idêntica. Ao indagar e mencionar que tive está impressão foi confirmado que o artista se inspirou no memorial de WA DC. As cores azul e branca, as que constam na bandeira, são predominantes nos prédios em arquitetura chinesa neste memorial.
– Em Xinbentou, as águas termais são a atração. Dentro do sistema de Subway, é fácil de chegar. O Museo Palácio Nacional, faz parte dos 10 museus renomados do mundo. Transferido para Taiwan durante e após a segunda guerra para salvar as preciosidades em Jade e as obras de arte chinesas. Fundado originalmente na Cidade proibida em Beijing, hoje é destaque turístico e cultural de Taipei
– Os mercados noturnos, principalmente de comidas, são os restaurantes de comida rápida literalmente de rua. Carnes, frutos do mar , verduras , massas, sopas, arroz preparados das mais diversas formas e entregues em saquinhos plásticos para levar ou consumir no local , em pé ou sentado em lugares ínfimos , é tradição, é folclore na Ásia. São os minimercados a céu aberto nas calçadas ou em ruas fechadas para este fim.
– O vilarejo de Jinfen, típico chinês, a uma hora de ônibus de Taipei, com uma rua antiga cheia de lojas de comidas, de artigos da região e principalmente de turistas. Localizado nas montanhas, com vista para o rio. A tradição chinesa para construir mausoléus nas montanhas como última morada, deixou uma cidade. De longe parece uma vila e ao ver de perto se vi que se trata de um cemitério. Atualmente, pela falta de espaço, a cremação predomina.
– A estação do metrô de Ximen, leva ao bairro que imita ou se assemelha muito a Time Square de Nova Iorque. Painéis de audiovisuais nos prédios, muitas luzes, lojas e muitos, muitos chineses , ou taiwaneses como preferem ser chamados. Um fervo. As estações de Subway, lotadas, fila para entrar no vagão, fila para sair, fila subir as escadas, ordenadamente.Tudo muito colorido. Toda Ásia é muito colorida. A natureza é colorida.
– O Templo de Confúcio, destruído durante a ocupação japonesa e reconstruído, atualmente continua perpetuando os ensinamentos de Confúcio que estão impregnadas na cultura chinesa, japonesa e em grande parte da Ásia. O templo budista Longshan impressiona pela conservação , colorido e seguidores disputando espaço para queimar incenso e fazer suas orações.
-Por quê? Porque a atitude de conhecer o mundo, culturas e sair da zona cômoda é parte da minha natureza e provavelmente da sua também, aventure-se porque é mais tarde do que você pensa.

Fotos-https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLUgzNW1fdS1sV2M
Marcos Hans
Happy World Traveller
2017.1 version

Share

Republic of Korea – Seoul -may 2017

IMG_0107
-Korea é um península atualmente dividida em dois países. Korea do Norte, DPRK,(25m hab.) capital Pyongyang e Korea do Sul,ROK,( 50m hab.) capital Seoul. Visitei a Korea do Norte recentemente por 21 dias e experimentei, vi, senti o sistema atual no comando da dinastia Kim. Vim agora conferir a Korea do Sul e na primavera. Muitas foram as capitais em mais de dois mil anos de história. Atualmente Seoul ,( 10m hab.) uma cidade moderna com modernos edifícios , metro de alta tecnologia, misturado aos templos budistas e palácios reais , bem conservados, porque na maioria foram restaurados após ocupação japonesa e os mercados de rua. Independente do Japão desde 1945, resultado da segunda guerra. Os japoneses queriam tudo na região, mas foram barrados pela aliança em tentativas diplomáticas que falharam e Hiroshima e Nakasaki foram o resultado. Necessário registrar a densidade populacional, duas vezes mais habitantes por km2 do que New York, ou seja , muitas gente vivendo bem juntinhos em espaços pequenos. Como em Tokyo, como em Hong Kong, como em New York.
– Na aeroporto a policial atendente colocou o passaporte em um leitor, a tela com instruções e faladas foi em português. Tecnologia facilitando com idiomas customizados.
– O Palácio Gyeongbokgung ,o maior dos cinco palácios em Seoul, da dinastia Joseon, construído em 1395, está praticamente no centro e as montanhas em suas costas o tornam majestoso. Ali ocorre a cerimônia da troca da guarda duas vezes por dia para os curiosos turistas.
– Muitas pessoas com trajes típicos na visita aos palácios, na rua, nos mercados. A maioria turistas que alugam o traje. Com o traje não se paga ingresso para visitar os palácios. Uma maneira de incentivar e preservar os costumes. Mas também, trajados tipicamente muitos casais coreanos. A gentileza na rua para prestar informações, levando você ao local por exemplo, é típico do asiático.
-O museu das Guerras, War Museum of Korea, relata uma versão diferente daquela que contada na Coreia do Norte. A Coreia do Norte conta que foram invadidos pelo Sul e aqui que demonstra foram invadidos pelo Norte, que quase conseguiu ocupar todo o país. A ONU, recém criada , autorizou a intervenção e mais de 69 países ajudaram na recuperação da parte Sul, com um armistício assinado em 1953. E eis o resultado. O Sul , destruído se recuperou em 50 anos . Era um dos países mais pobres do mundo na década de sessenta.Plano de recuperação coordenado pela ONU onde os USA foram os maiores contribuintes financeiros. Aqui chamado de milagre do Rio Han, assim como a recuperação rápida da Alemanha foi chamada de milagre do rio Rheno.O Norte, com regime fechado até hoje , gasta em testes nucleares e deixa a infraestrutra do país em colapso. Em 2015 visitei Coreia do Norte com visto especial por 21 dias. Necessário mencionar, que em nome da United National e dos USA, o Gen.Mac Artthur foi o herói desta guerra também.
– A cidade de Suwon , 30 km de Seoul, foi sede da copa do mundo de 2002, cuja atração principal é o Hwaseong Fortress. Cidade medieval , muralhada, onde o portão principal, o Paldalnum mostra a grandeza do que foi o forte. Estava acontecendo , quando visitei um festival folclórico, aliás em toda a Korea, para relembrar é comemorar a época dos Reis.
– Cada país, cada região, Estado, cidade, praticamente no mundo todo estão promovendo o seu passado para além de atrair turistas, manter a história viva, não somente em livros mas na população vida atual.
– O Bukhansan National Park, que fica nos subúrbios de Seoul é um dos parques mais visitamos da Korea para hiking.
– A propósito – pombos e tico-tico devem ser os pássaros mais universais deste planeta. Encontro em todos os países que vou.
– Desde o Império Romano os banhos públicos se mantiveram na Europa e Ásia. Aqui na Korea do Sul, é tradição uma vez por semana Irma uma sauna, onde diversos procedimentos envolvendo sauna a vapor, seca, água fria, quente em diversas temperaturas, banho de sal, jatos, massagens fazem parte do estado de saúde da população. Já conferi banhos públicos na Turquia, Alemanha, Hungria, no Kasakistan e agora na Korea do Sul.
– O povo, as pessoas que contatei todas foram receptivas, gentis, e mesmo não conhecendo o idioma internacional inglês, tentaram ajudar de alguma forma. Gostei da experiência e de constatar isto. Venha conferir. Tive o privilégio de conhecer as duas Koreas e as pessoas são as mesmas, a diferença está somente no comando, na política.
– A expressão, ” senta lá na Coréia, ” vem da década de 60 quando este país era um dos mais pobres do mundo. Dizer isto hoje é valorizar a posição da nação.
– E por que tudo isto? Porque a  atitude é de viajar, de conhecer culturas para entender este mundo e principalmente para responder a pergunta dos séculos: da onde viemos e para onde vamos. E porque é mais tarde que você pensa.

-fotos –https://drive.google.com/open?id=0Bz9_qUt1B-ERLXlmd2NnM3lhUkk
Marcos Hans
Traveler

Share