Arquivo anual 2004

Como é Deus, estou me esquecendo

O natal, a páscoa, outras festividades de cunho religioso nos remetem a emoções religiosas e espirituais. Ficamos mais sensíveis, como se diz, o coração fica mais mole. Ainda bem que estas festas existem, e são periódicas.

A menina de 6 anos, insistia em falar com seu maninho de apenas um ano, em particular, em seu quarto. Os pais não queriam deixar por achar estranho e perigoso. Como era natal, deixaram. Mas espreitaram pela porta entre aberta.

A menina se aproxima do irmãozinho e lhe pergunta: Diga-me, como é Deus, estou começando a mês esquecer. Pronto, esta é a mensagem. Quando entramos na vida adulta, parece, obviamente não é regra geral, que nos afastamos das coisas de Deus. Estudos, trabalho, família. Quando acontece algo forte na vida, acordamos novamente para as coisas da espiritualidade. Mas não é preciso esperar algo acontecer. Faca acontecer.

Quando escreve Deus, quero dizer o Deus de sua concepção. Cada um tem suas crenças, seus dogmas particulares ou não, não importa. O que importa é crer no Deus de sua concepção. Obviamente não antropomórfico com qualidade de um ser humano mortal, mas sim algo bem e muito superior a isto.

Poder-se-ia até chamar de Divina providencia, mas cada um com sua concepção conforme seu nível de consciência atual.

• Neste natal, nesta Páscoa, se tens amigos, busque-os. É tempo de amizade

• Se tens ódio. Esqueça. É Tempo de paz.

• Se tens inimigo, perdoe-o. E perdoe a si mesmo, o que é mais difícil. É tempo de perdão.

• Se tens pecados ou falhas, arrependa-se. É tempo de recomeçar.

Tudo isso, porque atitude é tudo.Abu Dhabi top escortsrussian words written in english translation

Share

Mais importante do que o envelope é a própria mensagem

Mais importante do que o envelope que contem a mensagem é a própria mensagem. Isto encerra uma analogia perfeita. Não é o corpo físico ou a aparência que importa e sim o desenvolvimento das faculdades mentais e espirituais e psíquicas em nosso interior.

A madame não estava feliz. Estava indo a uma festa e trocava de roupa e não conseguia acertar. Um empregado disse a ela: Coloque aquele casaco e depois coloque um sorriso do fundo do coração e se olhe no espelho. Ela concordou, e o casaco lhe ficou muito bem. Claro, nós, cada um, deve combinar com o exterior. Assim como é dentro, é fora. Assim como é em cima, é embaixo. Assim como nos sentimos, assim se reflete para o exterior, para o semblante, para a maneira de falar, de tratar as pessoas, nos gestos.

Na trilogia da saúde, da longevidade. Ou seja: Alimentação, Sono, Atividade física completado pelo relaxamento e meditação, destaco este último.

Alimentação: Experimente não se alimentar de forma saudável. O envelhecimento é mais acentuado. Sono: negligencie e verá o resultado em sua pele. Atividade física: Água parada apodrece com muito mais facilidade. Fomos criados para o movimento.

Relaxamento e meditação: Não conseguimos desenvolver vibrações interiores e elevar nosso nível de consciência através de exercícios físicos, remédios, cirurgias ou qualquer outra coisa do gênero. Estas vibrações são controladas por harmonização, de modo que, com a nossa mente e poder da nossa vontade, podemos ter essa harmonização sempre que a queiramos.

E isto exige disciplina, rotina, persistência. Assim como os rituais de uma igreja nos tentam elevar e nos levar para dentro de nós mesmos, devemos criar na rotina diária um período de interiorização. Acalmando os cinco sentidos, pensar em nada, sentir o pulsar do coração e nos sentirmos bem, em harmonia com o universo.

Se você adotou o estilo de vida americano, é mais difícil de conseguir isto. O estilo europeu nos permite primar mais pela qualidade de vida. Um exemplo, porque isto é tema para outro artigo. Americano: Fast food, comida rápida, consumida de pé. Europeu: Refeição de 2 horas, sentado.

A atitude de nos conhecermos e escolher o estilo de trabalho e, portanto, de vida que combina com nossa personalidade é necessária para a felicidade.

Caso contrário sempre se estará procurando e o tempo não estará a nosso favor.

Cuide do envelope, muito bem. Mas cuide do conteúdo, melhor ainda.

Tudo é uma questão de atitudehigh escorts in dubaitranslate to indonesian

Share

Os seus amigos ainda são os mesmos

Você se lembra dos amigos do primeiro grau, do primário. Ou hoje você tem outros. Provavelmente sim.

 

Trocamos de amigos, quando evoluímos no nosso nível de consciência, ou quando os outros evoluem. Nos interessamos por outros assuntos e os relacionamentos também.

Imagine se ficássemos rodeados das mesmas pessoas, das mesmas idéias.

É obvio que existem amizades que perduram por mais tempo ou para sempre. São raridades.

 

Dois jovens estavam na floresta e se depararam com um urso. Um subiu na primeira árvore. O outro se fingiu de morto. O urso se aproximou, rosnou e cheirou o corpo que está fingindo e foi embora. Como os ursos não atacam animais mortos…

 

Ao descer da árvore perguntou: O que o urso cochichou para você?

 

Ele disse para não cultivar amizades e permanecer com pessoas que nos abandonam na hora do perigo.

 

Diga-me com quem andas e te direi que és. Como vão suas amizades, são sinceras e leais? Você é sincero e leal com seus amigos?

 

Pense e aja.

 

Por quê?

Porque tudo é uma questão de atitude.проверка сайтtranslate english to albania

Share

Aviso Prévio.

Aviso prévio lembra imediatamente demissão. Não estão mais precisando de mim. Mas e se o aviso prévio for para a vida. Sim, parar de respirar e tchau.

Acompanhe. A senhora chega do médico e comunica que tem pouco tempo. Estava calma. A família não. Ela imediatamente declarou que iria arrumar todas as suas coisas, colocar as cortinas que tanto desejava,(para não ver mais os vizinhos brigar) eliminar todas as quinquilharias e doar o que ainda serve para quem precisa.

Todos os dias pela manhã vou agradecer o retorno ‘a consciência e a noite agradecer pelo dia maravilhoso. Vou perdoar todos que me magoaram e perdoá-las com sinceridade. E vou começar dar elogios sinceros às pessoas de meu relacionamento e mesmo as que vou conhecer a partir de agora.

Vou praticar uma boa ação por dia .Dando palavras de ânimo, entusiasmo, coragem a quem cruzar comigo. Vou parar de olhar novelas e notícias. São sempre tão iguais. Vou começar a ler um bom livro. Vou começar a freqüentar a feira do livro. Vou participar de cerimônias religiosas com mais assiduidade.

Após estas declarações, os familiares aos poucos se retiraram, pensativos. Alguns, tristes, chorando.

E a senhora arrebatou. Não posso curar meu corpo, mas posso mudar minha atitude em relação ao tempo que me resta e com isto mudar a atitude das pessoas que estão perto de mim.

 

E mais curioso e extraordinário aconteceu. Ela viveu por mais 14 anos. Ela curou a sua própria alma. Sua moléstia desapareceu. Ela morreu de velhice.

Analogia idêntica é a do senhor que ao embarcar em um cruzeiro, embarcou também seu caixão. Estava desenganado pelos médicos. Disse que iria aproveitar o máximo. Não tinha mais nada a perde. Ficou bom.Curou sua alma. A viagem chegou ao fim e ele teve que voltar para casa com o seu caixão.

E pergunta fica. Será que esta na hora de repensar os conceitos, mudar sentimentos, tomar atitudes?

Muitas coisas que se perde na vida, podem ser recuperadas. Uma que com certeza não se conseguem, é o Tempo. A ampulheta não para.

Tudo é uma questão de atitude.видеодомофон gardienglish-russian-translations.com

Share

Coisas que não se aprende na escola

Diploma na parede, emoldurado, assinado não é garantia de sucesso. Aprendemos no jardim da infância a maioria das coisas que precisamos para vida. O resto deveríamos aprender ainda no colégio, mas não é bem assim.

A realidade competitiva, cruel do capitalismo, muitas vezes selvagem, exige posturas fortes. Bill Gates em uma conferência relacionou algumas destas coisas que não se aprende na escola. E eu completei mais algumas.

• A vida não é fácil, acostume-se com isso.

• O mundo não está preocupado com sua auto-estima. O mundo espera que você faça algo por ele antes de você sentir-se bem consigo mesmo.

• Você não ganhará R$ 25.000,00 por mês assim que sair da escola e você não será diretor de uma empresa com carro e telefone antes de você poder comprar para si um carro com telefone.

• Se você acha rude seu professor ou professora, espere até ter um chefe, ele não terá pena de você.

• Vender jornal velho, vidro, ossos ou trabalhar durante as férias ou viagens de estudo não esta abaixo de sua posição. Nossos pais e avos chamavam isto de escola da vida e oportunidade.

• Se você fracassar, não culpe seu pais ou outras pessoas, simplesmente aprenda com eles.

• Antes de tentar salvar o planeta da poluição e os erros das gerações passadas, limpe primeiro seu quarto. Ou seja, limpe sua própria sujeira. Coisas do jardim da infância.

• A escola pode ter eliminado o espírito de vencedor e a sensação de perdedor, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais o ano e tem muitas chances até acertar. Isto não é nada parecido com a vida real.

• A propósito, a vida não é dividida em semestres.

• A televisão não é vida real. Na vida real, as pessoas precisam deixar o barzinho ou ao voltar de férias, irem trabalhar.

• Seja legal com os estudantes CDF, aqueles que os demais julgam uns bobos, porque existe uma grande possibilidade de você vir a trabalhar para um deles.

No livro Pai Rico, Pai Pobre, o conselho do Pai rico ao filho quanto aos estudos é: Filho, filha, estude o bastante, não na escola mais cara, para você ao invés de conseguir um emprego legal, com boa remuneração, possa montar um negocio para poder dar emprego aos outros.

Não estude para o conhecimento. Estude para a vida. Para seu trabalho e depois você pode estudar somente para o conhecimento.

Porque tudo é uma questão de atitude.Paris independent escort guideread the article

Share

Como manter-se COMPETITIVO.

Parece que se esta sempre em combate. Uma luta diária. O capitalismo é selvagem e para não se ficar alheio e conseguir manter sua dignidade sem abrir mão da espiritualidade, do lazer, observe algumas atitudes.

• Espírito Guerreiro. Todos nascemos com potencial guerreiro. É preciso colocar em movimento positivamente a energia interna, mais conhecida como entusiasmo.

• Dedicação. É preciso ter dedicação total no que se está fazendo. Não descanse, primeiro cumpra seu objetivo e depois desfrute de uma recompensa.

• Estratégia. Antes de entrar numa empreitada, avalie se vale a pena e tenha um plano A e um plano B.Sempre tenha uma alternativa.

• Disciplina. Se o expediente começa às 8 horas, chegue ‘as 7h45m ou antes. Aquele que chega na hora ou atrasado não tem atenção voltado ao seu objetivo.

• Perfeição. Todo trabalho merece ser feito bem, da primeira vez. O que você faz leva seu nome e o de sua organização.

• Humildade. Assuma seus erros, reconheça-os, perdoe-se e assuma as conseqüências.

• Lealdade. Trabalhe em equipe, não só da boca para fora. Não pense somente em si. O grupo é mais importante.

• Autocontrole. O caminho do meio é o caminho. Equilíbrio entre emoção e razão.

• Conquista. Mesmo depois de ter alcançado um objetivo, mantenha-se ativo para o próximo.Mantenha o espírito de entusiasmo.

• Disposição. Postura era, voz e olhar firme, atento são essências das pessoas de sucesso. Aja com energia, entusiasmo sempre. Pelo menos faca de conta, mesmo quando você estiver emocionalmente abatido. Você vai se sentir vencedor. O líder só tem o direito de chorar para cima. Retire-se para recuperação.

• Persistência. E não insistência. Não se entregue com facilidade. Tenha fibra de campeão.A vitória pode levar dias, anos ou décadas.

Todos os trabalhadores estavam cortando arvores. Com moto serras e modernos equipamentos. O trabalho deveria estar pronto até o final da tarde. Chega o Diretor. Subiu na árvore mais alta e concluiu. Estamos na floresta errada. Houve um erro de estratégia. E ai grita um aprendiz: já que estamos aqui, vamos cortar até o fim.

Tenha e mantenha sua visão clara, escrita e sem a mão. Revise, mude se necessário, mas persista. Não troque de estrada a cada sinaleira, digo, obstáculo.

Tudo é uma questão de atitude.создание и поддержка сайта стоимостьhttp://www.english-russian-translations.com/software-translation.html

Share

O valor do silêncio

Ficar alguns dias sem falar, junto com outras pessoas. Tomar café da manhã, almoçar, jantar sem conversar com o objetivo de silenciar os cinco sentidos e conhecer-se melhor. Podemos chamar de retiro espiritual. Retirar-se do ambiente já conhecido, seu trabalho, sua casa e ir para um lugar novo e praticar o silêncio.

Num final de semana recente, participei de um grupo assim. O local escolhido foi a casa de retiros Madre Thereza em Viamão. Uma congregação de irmãs com origem na Alemanha. Um lugar com natureza barulhenta, ou seja, muitos pássaros e outros animais se expressando.

O desafio e o benefício como conseqüência, é aquietar-se. Não falando. Falando somente consigo, lendo e revisando sua vida e até estabelecendo novos objetivos. Você já percebeu que a pessoa com quem nos mais falamos, somos nós mesmos. Estamos sempre tagarelando. E eu exterior com o eu interior.

Após o meio-dia o sujeito foi tirar uma soneca. Tinha um compromisso às catorze horas. Quando acordou, quis se levantar e seu outro eu disse: fica mais um pouco, você não precisa sempre chegar na hora. E prontamente a resposta: Está na hora, você precisa ir, estão lhe esperando. E nesta discussão o tempo passava. O sujeito interveio e disse a si: Enquanto vocês dois discutem, vou dormir mais um pouco.

Só para reforçar que esta conversa interna é forte, intensa e continua. Da mesma forma é o apelo aos nossos cinco sentidos. Visão, tato, paladar, audição e cheiro. E sabemos que não podemos confiar totalmente nestes sentidos. A visão nos engana com freqüência.

Portanto, retirar-se é atitude para desenvolver seu eu interior. É desenvolver a intuição, a técnica de meditação e como conseqüência, tornar-se interiormente mais forte.

A atitude é ter coragem de trabalhar em si.

Obviamente que a atitude de desenvolver uma visão tubular (tubo = Maior peça da televisão) é muito mais fácil. Ver notícias, filmes, novelas é atitude passiva.увеличить посещаемость сайтаnoText

Share

Aprender para a vida

É o que as escolas deveriam fazer mais. Ensinar para a vida e não ensinar pelo conhecimento. O objetivo das escolas certamente é este, mas presos aos programas, muito conhecimento é passado e conseqüentemente muito tempo é perdido com assuntos que não terão utilidade prática na vida adulta para o sucesso material e espiritual.

Sempre me lembro da Fórmula de Bhaskara. Eu a escrevia na mão porque me recusava a decorar e sempre questionava onde eu iria aplicar, uma vez que eu não ia para uma área de ciências exatas? Resposta: faz parte do currículo, imagine alguém lhe perguntar o que é a Fórmula de Bhaskara e você não saber ou nunca ter ouvido falar? Não sei como cheguei até aqui sem ter estudado este assunto com profundidade.

A analogia dos pedreiros onde um responde que está levantando uma parede, o outro uma casa e o último diz: estou ajudando a construir a Catedral de Notre Dame. Este sabia o que estava fazendo. Não era escravo de si, poderia até ser do sistema, mas individualmente era realizado como pessoa na área profissional. Aprendeu para a vida.

Passando rapidamente pelo ensino público. Se nossa bisavó entrasse na cozinha hoje, certamente não saberia como fazer uma cuca. Seriam muitos botões e mecanismos, massas prontas com instruções diversas. Se esta mesma bisavó entrasse numa sala de aula, do ensino público, ela se sentiria muito à vontade. Professor, quadro verde, giz, classes, cadeiras, alunos e se desse a casualidade de pegar uma aula de matemática, veria a Fórmula de Bhaskara sendo ensinada.

Os babilônios, que eram espertos em finanças, ensinaram os banqueiros. Eles estão ricos. Hoje, nas escolas, não se ensina como lidar com dinheiro, como poupar, porque poupar.

Então ensine os teus para a vida, ao menos neste ponto, ensine-os a poupar e não gastar tudo em cartões pré-pagos de celular.

A atitude é questionar e saber o porquê de tudo. Mesmo depois de adulto e ensinar através do exemplo próprio.

Tudo é uma questão de atitudeParis escort japaneseYOURURL.com

Share

Disciplina nas finanças

Eu acredito que Finanças é um assunto comportamental, tanto na empresa como em nível de pessoa física. Em todos os setores, sempre há empresas indo bem e outras indo mal, independentemente do ciclo econômico. A gestão interna, o cuidado com as finanças é o diferencial.

Em 2003, no mês de agosto, a revista Exame trouxe uma reportagem de capa intitulada ‘Como quebrar uma empresa?’. Surpreendentemente, a matéria focou o perfil comportamental dos dirigentes. Em nível de pessoa física, quanta gente ganha bem e assim mesma anda mal financeiramente, usando cheque especial, cartões de crédito, financeiras.

Se você como pessoa física, se você como empresário levar em conta que o desempenho empresarial e pessoal tem mais a ver com filosofia do que técnicas, a probabilidade de sucesso aumenta consideravelmente. Por que e para que fazer as coisas é mais importante de como (técnicas).

Um exemplo de longe: O ‘just in time’ é uma ferramenta de gestão de estoque. Certo? No Japão é uma filosofia de redução de desperdício. Percebeu?

Não é quanto se ganha que determina sua riqueza, mas sim quanto e como se gasta e principalmente quanto se poupa por mês para aplicar em algum investimento que se adapte ao seu perfil. Da mesma forma na empresa, o faturamento é sem dúvida importante, mas a gestão das despesas, das saídas e também a poupança interna são o diferencial.

Portanto, a atitude é colocar filosofia em suas finanças. Pergunte a você, aos que trabalham em sua equipe, por quê? E depois veja o como.

Tudo é uma questão de atitude.черно белый видеодомофонenglish to arabic translation

Share

Sempre é hora de apostar

Podemos apostar no provisório ou no definitivo. Provisório é aquilo que passa, tem tempo limitado, se exaure em pouco tempo, é acidental. Definitivo perdura no tempo, vai comigo até o fim da vida, são valores que definem meu ser.

O sujeito chega à meia idade, ou um pouco além e se sente vazio. Sem amigos, família dispersa. Está aposentado e sente que falta algo. Analisa e concluiu que deu toda sua vida ao trabalho. Horas extras, viagens, reuniões, jantares, coquetéis. A multinacional lhe exigia o sangue, afinal as ações devem continuar subindo. A competição no ambiente corporativo é cruel. Ele era diretor. Resolveu matar a saudade e visitar a empresa.

Na recepção: Sim, o que era para o Senhor? Eu era Diretor, vim visitar. Ah, pois não. Recebeu um crachá de visitante. Passou nos setores onde trabalhava. Oi, você por aqui, como vai a vida. Sentiu frieza. Foi embora e concluiu. Eu era importante quando era diretor, agora não sou mais nada.

Apostei demais no provisório. Eu deveria ter equilibrado o jogo e ter apostado também, ou até mais no definitivo. Não apostei no relacionamento com minha família, ou muito pouco. Não apostei em estar junto com meus filhos enquanto cresciam. Não apostei na minha saúde, no meu eu interior, na minha espiritualidade, nos meus amigos.

Apostei todas as minhas fichas no trabalho, que sabemos ser importante, mas é provisório.

Sempre é hora de apostar e recomeçar a apostar em valores perenes, definitivos, como ética, moral elevada, família, saúde, em você. Afinal o eu, e a família são a base para o trabalho ser gratificante e não o contrário. Não se deixe vender pelo provisório para não ter a sensação de vazio no final.

A atitude é manter o equilíbrio e apostar mais fichas nos valores definitivos.

Tudo é uma questão de atitude.видеоглазок магазинintercombase

Share